Siga
Foto: Ilustrativa

Brasil

Médico condenador por esquartejar ex-namorada é encontrado morto vestido de mulher

O ex-medico Farah Jorge Farah, de 68 anos, foi encontrado morto em seu apartamento, no começo da tarde desta sexta-feira (22/9) quando policiais civis se preparavam para cumprir o mandado de prisão contra ele. Na quinta-feira (21), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia determinado que Farah deveria cumprir na prisão a pena de 14 anos e oito meses a qual havia sido condenado em 2014.

O delegado Osvaldo Nico Gonçalves, do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas da Polícia Civil, informou que o corpo foi encontrado quando policiais entraram em seu apartamento, na Vila Mariana, zona sul de São Paulo. “Ele estava vestido de mulher e tinha um corte na perna”, disse o delegado.

A polícia trata o caso como suicídio, e uma perícia está sendo realizada no apartamento nesta tarde. Farah havia sido condenado por homicídio, acusado de matar e esquartejar, em 2003, uma ex-paciente, com quem ele teve um relacionamento amoroso. Em 2007, o ex-médico havia obtido o direito de aguardar o julgamento em liberdade.

Fonte: Metrópoles

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização