Siga
Grupo KES - Curso de Formação de Bombeiro Civil
DEMOLIÇÃO - Prefeitura derruba quiosques abandonados no centro histórico
Foto: Comdecom

Cidade

DEMOLIÇÃO – Prefeitura derruba quiosques abandonados no centro histórico

Operação foi acompanhada e elogiada por familiares de ferroviários residentes no entorno

Dois dos cinco quiosques que havia na calçada da estação da histórica EFMM (Estrada de Ferro Madeira-Mamoré), na avenida Farqhuar, foram demolidos na manhã desta quarta-feira (12) pela prefeitura de Porto Velho. Os imóveis, cujas obras foram concluídas no final de 2010, encontravam-se abandonados e deteriorados e foram, ao longo dos anos, transformados em incômodo aos moradores da igualmente antiga vila ferroviária, servindo de abrigos a usuários de drogas e assaltantes.

De acordo com o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Júlio César Siqueira, os outros três quiosques também serão demolidos na medida em que forem desocupados. A operação foi acompanhada por Giovani Barcelos, do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), atendendo orientação do Ministério Público e assistida por moradores do local.

Apesar de estarem em área da ferrovia, os quiosques, segundo Barcelos, “não são tombados pelo Iphan”. Estamos aqui apenas para acompanhar a operação numa área patrimonial histórica”. Os que foram derrubados estavam próximos à avenida Sete de Setembro e à rua 13 de Maio, no bairro do Cai N’água.

LEIA TAMBÉM:

TRANSPORTE COLETIVO – Prefeitura faz mudanças em linhas de ônibus para melhorar serviço

MOBILIDADE – Prefeitura reforçará drenagem para fechar cratera no Cohab

Justiça Federal começa feriadão nessa quarta-feira em Porto Velho

Presente

Ao ouvir diferente movimento em frente a sua casa, Donina Roberto Uchôa Matos saiu para ver do que se tratava. Ela ficou feliz ao ser informada que a prefeitura faria a demolição dos quiosques. “Graças a Deus, finalmente vamos ficar livres desse problema”, disse ela. “Não aguentávamos mais tanto incômodo e medo com a insegurança com o acúmulo de usuários de drogas”, reforçou Donina, mãe de uma professora que anda por ali à noite, quando chega do trabalho.

Viúva do ferroviário Antônio Gonçalves Matos, último almoxarife da Madeira-Mamoré, Donina mora na região há mais de 50 anos. Ela considerou a operação da prefeitura como presente, já que ela faz aniversário na data de hoje.

Melhorias

Ao confirmar que os planos são de demolir os outros três quiosques, Júlio César explicou que a ação representa melhorias, já que há um ambicioso projeto de revitalização do complexo da Madeira-Mamoré, “que dará novo aspecto ao centro histórico de Porto Velho e abrigará novos boxes para o os comerciantes com segurança, o que, infelizmente, não existe hoje”.

Fonte: Comdecom

comentários

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Home Help Reparos e Soluções!

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Cidade