Siga

Cidade

Taxistas fazem ‘buzinaço’ contra a uber, mas são acusados de não inovar nos serviços a usuários mais exigentes

Taxistas deflagraram, nesta terça-feira, 30, mais um movimento contra a prestação de serviços feitos pelo sistema UBER na cidade, um serviço que tem causado muita polêmica por não contar com o aval das autoridades e órgãos de controle.

O movimento disparou ‘buzinaço’ ensurdecedor pelas vias centrais desta capital, encorpando um grande número de veículos enfileirados em protesto contra a continuidade de corridas atribuídas a motoristas piratas.

A UBER´, segundo fontes da secretaria de Relações do Trabalho, do Ministério do Trabalho e Emprego (MT-E) é uma empresa norte-americana que, em grande parte do Brasil, ainda de forma ilegal’, pois, ainda ‘não existe uma legislação específica para registro dessa categoria’.

A UBER (sim, a empresa se refere a si mesma no feminino), ‘foi criada há sete anos nos Estados Unidos e desde, então, tenta se instalar nos estados brasileiros’, mas a reação dos taxistas tem registrado muito casos de violência com esses prestadores, inclusive, com a queima de carros e agressões a condutores.

Para taxistas do ponto em frente à Agência Central dos Correios (ECT), ‘a UBER é ilegal e não pode operar na nossa praça comercial’. Segundo disseram, ‘há prós e contra a prestação desse tipo de serviço importado dos Estados Unidos’.

– Na verdade, a UBER disponibiliza serviços de leva e traz de passageiros através de aplicativos por Smartphone e se esconderia atrás de taxistas disfarçados de motoristas que dariam carona paga ao usuário contratado’, desabafam as fontes.

As reações violentas registradas até agora pela Polícia envolvendo taxistas e motoristas da UBER têm sinalizado a retomada das lutas entre o SINTAX (Sindicato dos Taxistas) e o SINDMOTO (Sindicato dos Moto -Taxistas) quando estes operavam na ilegalidade.

À época, taxistas em bando atacavam mototaxistas na tentativa de interromper esse tipo de serviço à população. As medidas tomadas pelo SINTAX, como agora em desfavor da UBER, ‘do ponto legal é inaceitável aos padrões da época e de agora, quando o mercado de transporte coletivo precisa inovar’, afirmam consultores.

Com o ‘buzinaço’ desta terça-feira, taxistas podem chegar ao extremo nas investidas contra os profissionais da UBER ‘a ponto de os conflitos tomarem uma conotação de caráter criminoso violento’, atestam. Segundo eles, ‘em meio a muitas polêmicas, taxistas e motoristas comuns podem cobrar ou não pelas corridas de carona atribuída a UBER’.

Para usuários ouvidos, ‘como no caso dos mototaxistas, a UBER representa uma séria ameaça ao mercado dominado há décadas por taxistas, que chegam a não inovar na prestação de seus serviços’.

Enquanto isso, nesta cidade, o aplicativo da UBER oferecendo seus serviços e continua crescendo e a oferecer novas opções de transporte aos usuários menos ou mais exigentes.

O diagnóstico é de responsabilidade de um estudioso da UNIR, que diz que, ‘vivemos na era da tecnologia de informação e precisamos inovar’; e os profissionais taxistas precisam acompanhar os novos rumos da política e da economia que apontam para a modernização de todos os serviços no Brasil e no mundo.

COMO FUNCIONA A UBER – Criada há sete anos nos Estados Unidos, ao contrário dos taxistas e moto-taxistas, os carros da UBER que oferecem o serviço de transporte por meio do aplicativo UBER.com. Em Porto Velho, apesar de ter qualquer identificação, o usuário só sabe ao certo onde estes carros estarão e a que horas vão chegar.

Como nos demais aplicativos de taxi comum, a UBER funciona da seguinte maneira: o passageiro cadastrado faz o pedido; o rastreador indica o carro mais próximo; a corrida é calculada com base o tempo e na distância e, enfim, o pagamento é feito no cartão de crédito.

Fonte: Newsrondonia

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização