Siga
Grupo KES - Curso de Formação de Bombeiro Civil


Dinheiro

[CONTEÚDO 7] Como investir no Tesouro Direto?

No artigo de hoje eu vou dar um passo a passo de como investir no Tesouro Direto! Espero que você esteja gostando da série de artigos que eu venho escrevendo sobre o Tesouro.

Antes de saber como investir no Tesouro, você deve responder a duas perguntas:

  1. O que vou fazer com o dinheiro investido?
  2. Qual o tempo que vou deixar o dinheiro investido?

Sem essas respostas será difícil você escolher qual Título Público deve comprar. Uma dica que pode facilitar esse trabalho é dar um nome para o investimento, como por exemplo:

  • “reserva de emergência”
  • “meu apartamento”
  • “meu carro novo”
  • “minha viagem”
  • “estudos do meu filho”

Além de facilitar a escolha do título, será bem fácil lembrar porque você está se esforçando todo mês, e assim você não vai cair na tentação de resgatar o investimento, mantendo eles até alcançar o seu objetivo.

Depois de definir um objetivo e estabelecer o prazo do investimento, basta ter uma conta no seu seu CPF em um banco e abrir conta em uma corretora de valores.

Fuja do seu Banco

Como investir no Tesouro Escolha uma Corretora

Para comprar e vender Títulos Públicos você precisará de um intermediário, que é chamado Agente de Custódia, popularmente conhecido como Corretora de Valores.

“Por que não investir no Tesouro Direto através do meu banco?” – você pode estar questionando.

A função de toda Corretora de Valores é encaminhar as ordens de compra e venda de títulos para a BM&F Bovespa, essa função é a mesma executada por uma corretora independente ou por uma vinculada à algum grande banco.

Mas então porque não devo investir no Tesouro Direto através do meu banco?

Você já deve ter recebido propostas do seu gerente de banco, sugerindo que você invista em fundos que cobram altas taxas de administração, ou em títulos de capitalização, em que o benefício é você ser sorteado com um prêmio em dinheiro e, na prática, além de não ter sido sorteado, acabou recebendo uma rentabilidade baixíssima nesse falso investimento.

A realidade é que os gerentes de banco são pagos para oferecer produtos rentáveis apenas para os bancos, não para seus clientes.

Então, não confie cegamente no seu gerente, ele é funcionário de uma grande empresa e defende seus interesses e metas financeiras. Para ter sucesso como investidor, você não deve mais perguntar ao seu gerente onde investir!

É para isso que você lê artigos como esse:  para parar de deixar o seu dinheiro com os banqueiros!

Existe um ditado que diz: para se fazer um bom investimento, é necessário uma boa corretora.

Mas antes de abrir a sua conta em uma corretora, compare todas as características, tamanho da empresa, taxas, etc, e só então depois de escolhido aquela que mais se encaixa ao seu perfil, vá em frente e abra a sua conta.

Para fazer o seu cadastro, basta acessar o site da corretora e preencher a ficha cadastral online, onde você informa seus dados para a abertura da conta.

Após preencher a ficha, você deverá imprimir, assinar e enviar os documentos. Algumas corretoras pedem que você assine também o termo de adesão e o contrato de intermediação.

Os documentos podem ser enviados por e-mail ou pelos correios. Caso envie por e-mail, você terá que digitalizar os mesmos utilizando um scanner e enviar os arquivos anexados.

Talvez a corretora ligue para o telefone que você forneceu, para confirmar alguma informação e verificar se o telefone realmente existe.

Como investir no Tesouro Direto (comprando e vendendo títulos públicos)

Como Investir no Tesouro Direto Compra e Venda de Títulos

Agora vou falar para você como investir no Tesouro na prática!

Após ter uma conta no banco e em uma corretora, você deve efetuar a transferência do valor a ser investido do seu banco para a corretora. Certifique-se que a modalidade de investimentos no Tesouro Direto já está habilitada: a BM&FBovespa encaminha um login e uma senha para o acesso ao Tesouro Direto após você habilitar esse investimento no site da corretora.

O investimento no Tesouro Direto exige algumas pequenas regras:

– O valor mínimo a ser aplicado é de R$ 30,00, sempre respeitando a fração mínima de 0,01 de um título.

– O valor máximo que você pode aplicar é R$ 1.000.000,00 por mês, mas não há limite de patrimônio aplicado no Tesouro Direto.

– Horário de funcionamento para compras (investimento): qualquer dia, das 9h30 às 18h, podendo a operação ser agendada das 18h às 5h do dia seguinte.

– A compra aparecerá no seu extrato em 2 dias úteis após a compra, após às 17h.

– Horário de funcionamento para vendas (resgate): em dias úteis, das 18h de um dia até as 5h do dia seguinte ou em qualquer horário nos finais de semana ou feriado. Porém a venda é suspensa 2 dias antes da data do pagamento de cupons.

– Os preços dos títulos à venda estão disponíveis somente após às 18h em dias úteis ou em qualquer horário nos finais de semana ou feriado.

– O dinheiro estará na sua conta da Corretora de Valores no dia útil seguinte.

Ao realizar uma ordem de compra, o dinheiro deve estar na conta da Corretora de Valores no dia seguinte à compra, caso contrário a compra será cancelada, sujeito a penalizações em caso de recorrência desse tipos de problema.

Se você esquecer de transferir o dinheiro para a corretora ou não tiver saldo suficiente para liquidar a compra, esta será cancelada automaticamente e você receberá uma advertência por e-mail de acordo com o número de vezes que esquecer:

  • 1° Ocorrência: advertência sobre às penalidades em caso de reincidência;
  • 2º Ocorrência: ficará impedido de comprar títulos por 15 dias, a partir da data desta advertência;
  • 3° Ocorrência: ficará impedido de comprar títulos por 30 dias, a partir da data desta advertência;
  • 4° ou mais Ocorrências: ficará impedido de comprar títulos por 60 dias, a partir da última advertência;

Se após 60 dias da última advertência não cometer novas faltas de pagamento, você será considerado como se nunca tivesse cometido qualquer falta de pagamento.

O não recebimento do e-mail de advertência não isenta você das penalidades previstas, já que é sua responsabilidade verificar a efetivação da compra.

Saiba onde está o seu dinheiro

Como investir no Tesouro Onde está o Dinheiro?

Agora que você já sabe como investir no Tesouro, é muito importante você saber para onde vai o seu dinheiro, e quem cuidará do mesmo, dessa forma se sentirá mais tranquilo no seu caminho rumo à liberdade financeira.

Além da tranquilidade, você saberá com quem falar, para tirar dúvidas ou resolver algum problema específico.

Veja a função de cada instituição:

  • Banco: o banco é a porta de entrada dos investidores, a partir dele sairá o valor a ser investido para a corretora de valores escolhida, através de uma transferência bancária.
  • Corretora de Valores: será através da corretora de valores que você fará a compra ou venda dos  seus títulos.  Além de você investir no Tesouro Direto, é através da corretora que você também poderá investir na Bolsa de Valores. Muitas delas fornecem informações para ajudar seus clientes como: análises das melhores ações, indicações de compra e venda e até mesmo cursos educacionais. As corretoras encaminham as ordens de compra e venda para a BM&F Bovespa.
  • BM&F Bovespa: instituição responsável pela intermediação da compra e venda de Títulos Públicos e ações das empresas na bolsa de valores. A Bovespa encaminha para o Tesouro Nacional as informações dos CPF e Títulos que foram negociados para fazer a guarda.
  • Tesouro Nacional: instituição que realiza a administração e a utilização dos recursos financeiros que entram nos cofres do Estado brasileiro. Essas recursos se originam principalmente, no dinheiro dos impostos que foram pagos pelos brasileiros e também na venda de Títulos Públicos.

Resumo de como investir no Tesouro Direto:

  1. Tenha um CPF válido e uma conta num banco;
  2. Escolha uma corretora de valores;
  3. Solicite seu cadastro no Tesouro Direto dentro do site da corretora;
  4. Troque a senha do site do tesouro que você receberá por e-mail;
  5. Defina uma nova senha;
  6. Transfira para a corretora o valor a ser investido e compre os títulos através do site do Tesouro Direto ou via corretora, se preferir;

Se você quiser aprender ainda mais sobre o Tesouro Direto, dá uma olhada nesse Treinamento Completo que foi preparado para revelar absolutamente todos os segredos que você precisa saber para começar a investir agora mesmo.

Fique por dentro da série de artigos e deixe um comentário:

[CONTEÚDO 1] O que é o Tesouro Direto?

[CONTEÚDO 2] Quais as vantagens do Tesouro Direto?

[CONTEÚDO 3] Quais os riscos do Tesouro Direto?

[CONTEÚDO 4] Verdades e Mitos sobre o Tesouro Direto

[CONTEÚDO 5] Quais os tipos de títulos públicos existentes?

[CONTEÚDO 6] Quais os custos do Tesouro Direto?

[CONTEÚDO 7] Como investir no Tesouro Direto?

Crédito das imagens: www.shutterstock.com.br

Fonte: Blog GuiaInvest

comentários

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!


Deputado Jesuíno Boabaid

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Home Help Reparos e Soluções!

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Dinheiro