Siga
Grupo KES - Curso de Formação de Bombeiro Civil
Universidades definem como notas do Enem podem ser aproveitadas


Brasil

Universidades definem como notas do Enem podem ser aproveitadas

Cada instituição de ensino tem autonomia para definir como o desempenho do candidato no exame será aproveitado em seu processo seletivo

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é dividida em 180 questões, distribuídas em quatro áreas do conhecimento: Matemática, Linguagens, Ciências da Natureza e Ciências Humanas.

Cada um desses grupo tem um peso diferente na nota final do candidato e interferem na escolha do curso e da instituição. O que deve mudar a forma como o estudante se preparara para o exame também.

A presidente organizacional do pré-vestibular Galt, voltado para alunos de baixa renda de Brasília (DF), diz que é essencial estar atento ao peso das provas. “O Enem é difícil não só pelo conteúdo. O aluno precisa entender o que a banca pede. É importante também praticar com provas antigas e resolver as questões com o tempo que fariam no dia.”

O resultado final dos estudantes não é absoluto. Cada instituição de ensino superior tem autonomia para definir como o desempenho no Enem será aproveitado na seleção.

Com a divulgação dos resultados, os candidatos podem fazer o cadastro no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para concorrer às vagas em instituições públicas de todo o País, ou no Programa Universidade para Todos (Prouni), que concede bolsas de estudo parciais ou integrais.

Por isso, Gabriela alerta que a escolha do curso deve ser consciente. “É muito importante que pesquisem sobre o curso, verifiquem as matérias obrigatórias. Além disso, têm que avaliar se querem mudar de estado e as condições de morar fora”, ponderou.

Nota de corte

Durante uma semana, a nota mínima para entrar nos cursos varia conforme as inscrições são registradas e são diferentes entre os cursos e também universidades. Por isso, os candidatos têm de analisar qual instituição oferece as melhores condições de acordo com a nota obtida.

Já decidir o curso antes de fazer a prova permite que os candidatos se preparem conforme a nota que precisarão alcançar para a aprovação. Assim, pode se dedicar mais às matérias relacionadas ao curso, que terão peso maior na seleção. “Manter uma rotina de estudos para cada curso é essencial. Existe um estudo individualizado para cada caso”, finalizou.

Fonte: EBC

comentários

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!


Deputado Jesuíno Boabaid

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Home Help Reparos e Soluções!

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Brasil