Siga
Grupo KES - Curso de Formação de Bombeiro Civil


Esporte

‘Não sabem perder?’, questiona Jair Ventura após confusão com uruguaios

Conheço poucas pessoas tão competitivas quanto eu, mas sei perder”, reclamou o técnico do Botafogo

O Botafogo venceu o Nacional, do Uruguai, por 2 a 0 nesta quinta-feira (10) e avançou para as quartas de finais da Libertadores. Os uruguaios, porém, não demonstraram espírito esportivo com a derrota. Já no fim da partida, dentro de campo, eles distribuíram agressões e acumularam três expulsões – Polenta, Rodríguez e Aguirre.

O exemplo foi levado para as arquibancadas. Os torcedores do Nacional repetiram a violência e depredaram as cadeiras do Estádio Nilton Santos. Cerca de dez foram jogadas para a pista de atletismo até que a polícia intervisse com gás de pimenta e luta corporal.

“É inadmissível que em 2017 só saibam ganhar. Aconteceu a mesma coisa com o Peñarol [do Uruguai] e o Palmeiras. Não sabem perder? Está cheio de criança aqui no estádio, e elas têm que ver isso? Não acaba em nada, não pode isso, eles [os torcedores] precisam ser exemplos. Conheço poucas pessoas tão competitivas quanto eu, mas sei perder”, reclamou Jair Ventura.

O Botafogo também teve um jogador expulso em meio a confusão, o lateral-esquerdo Victor Luis.

“Perdemos o Victor Luis por isso, ele caiu em provocação porque é homem. Mas é complicado, feio, não precisa disso. Violência está aí no mundo, são sempre as mesmas pessoas. Perder e fazer essa vergonha? Tem que acabar isso”, desabafou Jair Ventura.

Rodrigo Pimpão seguiu o mesmo caminho. O atacante lamentou o ocorrido e disse que tudo começou por conta das atitudes dos jogadores do Nacional em campo.

“Dizem que a Libertadores tem um clima diferente. E a Champions League, não tem? Não quisemos entrar em provocação. O cara [Aguirre] deu uma chegada no Guilherme que não existe. Foi expulso direto, está certo. Logo em seguida a torcida começa a quebrar nosso estádio. Nossa torcida foi lá e fez papel dela. Estávamos até falando que estavam cantando quando perderiam de 2 a 0 e já no fim. Estava bonito. Aí depois fazem esse tipo de coisa. Complicado e lamentável. Queremos paz nos estádios”, concluiu Pimpão. Agora o Botafogo terá o Grêmio pela frente nas quartas de final da Libertadores.

Além da competição internacional, o time alvinegro também encara o Flamengo na semifinal da Copa do Brasil. O time volta a campo no domingo (13), quando medirá forças com o Grêmio, mas pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: Folhapress

comentários

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!


Deputado Jesuíno Boabaid

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Home Help Reparos e Soluções!

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Esporte