Siga
Sob pressão, Santos tenta garantir última vaga em Pacaembu lotado
Foto: Reprodução

Esporte

Sob pressão, Santos tenta garantir última vaga em Pacaembu lotado

Após classificação do trio de ferro no final de semana, o Peixe tenta reverter vantagem da Ponte para avançar à semifinal. Quase 32 mil ingressos já foram vendidos

Pressionado pelo desempenho irregular no ano e pela classificação de todos os seus rivais, o Santos entra em campo, hoje, às 20h, em Pacaembu lotado – quase 32 mil ingressos foram vendidos –, precisando reverter vantagem da Ponte Preta para garantir a última vaga nas semifinais do Paulistão 2017.

No jogo de ida, em Campinas, o Alvinegro Praiano foi derrotado, por 1 a 0, o que o obriga a vencer por dois gols de diferença para confirmar a classificação à próxima fase da competição. Vitória por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis, enquanto qualquer empate garante vaga para a Macaca.

“Entendo que a regularidade que ainda não aconteceu, nos surpreende até, mas é uma equipe que em muitos momentos teve desfalques e deu retorno bom. A equipe fará a melhor partida possível em busca da reversão do resultado, que é ruim e vem pesando”, disse o técnico Dorival Júnior.

O comandante do Santos

O comandante do Peixe teve oito dias de preparação para a primeira “decisão” do clube no ano, mas preferiu adotar mistério e fechou todos os treinos à imprensa. A tendência, porém, é que a equipe tenha apenas uma mudança em relação à partida realizada no último sábado, no Moisés Lucarelli.

Recuperado de um incômodo muscular, o lateral-esquerdo Zeca, que foi ausência nos últimos três jogos da equipe, foi relacionado para a partida e deve retornar ao time titular. Com isso, o meia Jean Mota, que vinha sendo improvisado no setor e recebeu elogios, retornaria ao banco de reservas alvinegro.

O atacante Vitor Bueno, que teve a vaga de titular ameaçada por conta do baixo desempenho nos últimos jogos, será mantido entre os titulares. O zagueiro Lucas Veríssimo, que vive com a sombra de Cleber Reis, segundo maior investimento do clube nesta temporada, seguirá na equipe. David Braz e Victor Ferraz, que foram poupados em treino, também estão garantidos no time.

Bob é ausência

Com a vantagem do empate, a Ponte Preta terá um importante desfalque para a decisão de hoje. O volante e capitão Fernando Bob recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo de ida e terá de cumprir suspensão automática. O volante Wendell e o meia Renato Cajá, recém-contratado, brigam pela vaga.

Na lateral-esquerda, o jovem Artur, que é o titular da posição, está recuperado de lesão e voltou aos treinamentos na última semana. Ele, porém, ainda é presença incerta. Caso não tenha condições físicas, ele deve ser novamente substituído por Reynaldo, que vem atuando no setor nos últimos jogos.

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Esporte