Siga

Gastronomia

Gastronomia peruana agora em Porto Velho, no Inkahuasi

O Inkahuasi fica na Carlos Gomes, sub-esquina com Rafael Vaz e Silva

Porto Velho conta agora com as cores e os sabores da gastronomia peruano, no restaurante Inkahuasi, inaugurado na segunda-feira,12. Inkahuasi quer dizer “casa do Inka”. “Sentíamos falta da gastronomia típica do Peru, por isso decidimos abrir o restaurante”, declarou Melina Silvério, que empreendeu o negócio junto com a sua mãe, a peruana Célia Gutierrez. Ambas já têm a franquia do Bolo do Cerrado.

O restaurante funciona todos os dias, das 19 às 00 horas, com exceção da sexta-feira (fecha nesse dia), na Rua Carlos Gomes, sub-esquina com Rafael Vaz e Silva. Telefone: (69) 2141-5100. O Chef, Jorge Vela, veio do Peru, exclusivamente, para assumir o comando da cozinha. Tudo foi pensado cuidadosamente para que o cliente se sinta como se estivesse no Peru, desde a decoração até a vestimenta dos garçons. Os pratos mais pedidos são ceviche, lomo saltado, chaufa de carne e chicarron de pescado.

Igor Lucena, um apaixonado pela culinária andina, fez questão de marcar presença no primeiro dia. “Quando soube do restaurante, fiquei em êxtase, pois o sabor do alimento é impactante, os temperos são completamente diferentes da cozinha brasileira – são específicos de lá. Sentia muita falta”, declarou, enquanto aguardava na fila, junto com a namorada, para ser atendido. Sua paixão por essa gastronomia surgiu durante os três meses em que morou naquele país.

“Lugar agradabilíssimo, aconchegante e comida de excelente qualidade.”, afirmou o publicitário Juracir Junior, que também esteve no Inkahuasi. “Porto Velho está de parabéns por mais essa conquista na gastronomia”, declarou, afirmando que será um frequentador assíduo da “casa do Inka”.

Outro entusiasta da culinária peruana é o empresário da área de turismo André Araújo. Ele fala com maestria sobre o sabor apurado dos pratos, que considera único. “A culinária andina é destaque na gastronomia mundial. É diferenciada”, destaca.

Na opinião de André, que também estava na noite de inauguração do Inkahuasi, os peruanos conseguem “casar” de maneira harmoniosa os temperos latinos, europeus, asiáticos e ainda o indígena. “Em todos os pratos notamos a presença dessa confluência de culturas, tornando a comida simplesmente maravilhosa e de sabor inigualável.

Esse diferencial, de acordo com ele, é resultado do investimento que o país faz nas crianças, que são instruídas em gastronomia desde o ensino básico. “Eles aprendem logo cedo a ter uma referência de turismo, de servir bem, de tratar bem e o resultado é comprovado no dia a dia”. Ainda segundo André Araújo, a profissão de Chef é motivo de orgulho no Peru. “Tudo isso faz com que Lima seja a sexta capital mundial que mais recebe turistas no mundo. São Paulo está em vigésimo segundo lugar”.

Fonte: Emília Araújo

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização