Siga

Polícia

Carro funerário é prensado por carretas e caixão com cadáver fica preso às ferragens

Um caixão com um cadáver ficou preso às ferragens depois que o carro funerário que o transportava foi prensado entre duas carretas, nesta quinta-feira (12), em Pimenta Bueno (RO), a 520 quilômetros de Porto Velho. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo da empresa funerária seguia atrás de uma carreta pela BR-364 e, ao frear em um quebra-molas, foi atingido por trás por outra carreta.

Com a batida, o carro rodou na pista e acabou prensado entre as duas carretas. O motorista e o passageiro, parente da pessoa morta que estava sendo transportada, ficaram feridos na colisão.

Segundo a PRF, o veículo funerário trafegava atrás de uma carreta pela BR-364, sentido Vilhena (RO) para Cacoal (RO), quando ao diminuir velocidade em um quebra-molas próximo da cabeceira da ponte sobre o Rio Barão de Megalço, foi atingido por trás por outra carreta que seguia no mesmo sentido.


Com a batida, o carro rodou na pista e acabou prensado entre as duas carretas. O Corpo de Bombeiros foi acionado e precisou usar o desencarcerador para retirar o caixão das ferragens.

O Corpo de Bombeiros informou que, apesar do forte impacto, o motorista do carro funerário e um passageiro, filho da pessoa morta que era transportado, tiveram apenas ferimentos.

O cadáver de um homem de 54 anos, não sofreu danos no acidente. De acordo com o responsável pela funerária, o cadáver era transportado de Cuiabá (MT) para Cacoal.

Após o trabalho da Polícia Técnica, a pista foi liberada pela PRF e o cadáver transferido para outro veículo funerário.

Fonte: G1 Cacoal

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Polícia