Siga
O mototaxista Airton José da Silva, 53 anos, foi preso nesta sexta-feira, acusado de ter assassinado a jovem Meyrylayny Barreto Haack, de 19 anos. O crime aconteceu em Ji-Paraná e só foi descoberto porque a filha do mototaxista avisou a Polícia. Leia Mais Menor armado é detido por populares após tentativa de roubo em Porto Velho Tentativa de Roubo Menor armado é detido por populares após tentativa de roubo em Porto Velho Suspeito cai em blitz com motocicleta furtada na capital Receptação Suspeito cai em blitz com motocicleta furtada na capital Policiais do 1º DP prendem estelionatário com carro clonado em Porto Velho Denúncia anônima Policiais do 1º DP prendem estelionatário com carro clonado em Porto Velho Baleados durante morte de jovem de 18 anos na capital vão prestar depoimentos após recuperação Investigação continua Baleados durante morte de jovem de 18 anos na capital vão prestar depoimentos após recuperação A filha de Airton procurou a delegacia informando que seu pai havia matado uma pessoa e que o corpo estaria enterrado no quintal de sua residência, localizada na Rua Maracatiara (antiga T-20), entre as Rua Manoel Franco e Avenida Brasil, no 2º Distrito. Imediatamente, a Polícia Militar foi acionada e a guarnição comandada pelo CB PM Soares, foi até ao local, confirmando a suspeita ao encontrar uma cova nos fundos da casa. Airton voltou a ligar para a filha, marcou encontro e acabou preso. O Acusado confessou o crime e ajudou a desenterrar o corpo. Ele disse que morava com a vítima há cerca de cinco meses e recentemente estavam acontecendo várias brigas por motivos banais. No último domingo, começaram uma nova discussão e durante a briga a vítima acabou caindo, batendo a cabeça no chão. Airton ainda contou que ao perceber que a companheira estava morta, decidiu enterrar o corpo para não se comprometer com a Polícia. Diante da situação, Airton recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de polícia que investigará o crime.

Polícia

Homem mata companheira e enterra no próprio quintal; filha denunciou caso à Polícia

O mototaxista Airton José da Silva, 53 anos, foi preso nesta sexta-feira, acusado de ter assassinado a jovem Meyrylayny Barreto Haack, de 19 anos. O crime aconteceu em Ji-Paraná e só foi descoberto porque a filha do mototaxista avisou a Polícia.

A filha de Airton procurou a delegacia informando que seu pai havia matado uma pessoa e que o corpo estaria enterrado no quintal de sua residência, localizada na Rua Maracatiara (antiga T-20), entre as Rua Manoel Franco e Avenida Brasil, no 2º Distrito.

Imediatamente, a Polícia Militar foi acionada e a guarnição comandada pelo CB PM Soares, foi até ao local, confirmando a suspeita ao encontrar uma cova nos fundos da casa. Airton voltou a ligar para a filha, marcou encontro e acabou preso.

O Acusado confessou o crime e ajudou a desenterrar o corpo. Ele disse que morava com a vítima há cerca de cinco meses e recentemente estavam acontecendo várias brigas por motivos banais. No último domingo, começaram uma nova discussão e durante a briga a vítima acabou caindo, batendo a cabeça no chão.

Airton ainda contou que ao perceber que a companheira estava morta, decidiu enterrar o corpo para não se comprometer com a Polícia.

Diante da situação, Airton recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de polícia que investigará o crime.

Fonte: Comando190

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização