Siga
Jesuíno Boabaid preside Audiência Pública para discutir projeto de Programa de inspeção de veículos

Política

Jesuíno Boabaid preside Audiência Pública para discutir projeto de Programa de inspeção de veículos

De acordo com o parlamentar, antes da aprovação do projeto é importante uma discussão pois se aprovado, será acrescentada uma taxa de R$ 66 na conta dos contribuintes. “Nós precisamos saber para onde esse dinheiro vai e quais serão os benefícios desse programa para a população”, afirmou.

O documento, que já está tramitando e possui parecer técnico irá aumentar custos para os donos de veículos, assim como também taxas de transporte públicas como as de ônibus, micro-ônibus e outros. Veículos como tratores e máquinas agrícolas que não transitam diariamente, não precisarão passar por inspeção.

Ainda de acordo com o projeto, os responsáveis pelas inspeções serão a Polícia Militar do Estado e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam). De acordo com o diretor da Sedam, Vilson Sales, o maior objetivo das inspeções é diminuir a quantidade de poluentes expelidos diariamente pelos carros. “Com essa inspeção nós estaremos fazendo bem ao meio ambiente e também a saúde pública da nossa população”, afirmou.

As autoridades também esclareceram que o dinheiro arrecadado será contabilizado pela Secretaria de Desenvolvimento, que irá repassar para os demais órgãos responsáveis pela questão.

O capitão da Policia Militar, Renato Suffi, também esteve na reunião e ressaltou que o projeto está bom, porém precisa de algumas adequações. “Nós apontamos algumas coisas que precisam ser alteradas para que a lei não entre em contradição com os códigos ou leis já em vigor”.

Ele também afirmou que o projeto irá ajudar não só na questão ambiental, mas também na segurança dos motoristas. “Nós precisamos fazer essa adequação, pois a nossa região é uma extremamente ligada ao ambiente e também estaremos ajudando na segurança dos motoristas, pois os carros serão avaliados periodicamente”.

No final da audiência, Jesuíno deixou claro que não é contra o projeto, “mas é importante essa discussão, porque, apesar de ajudar nessas questões, um aumento na taxa do contribuinte é complicado na situação em que o país se encontra”, concluiu o parlamentar.

Fonte: ALE/RO

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Mega Frio Climatização

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho