Siga

Política

OPINIÃO E POLÍTICA – Em um ano, DETRAN/RO vai gastar mais de R$ 30 milhões em segurança privada – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista, profissional da área de jornalismo eletrônico há dez anos, autor de matérias de grande repercussão e vencedor do Grande Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do estado de Rondônia em 2014.

Dória de Rondônia

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), continua seguindo à risca a cartilha tucana de gestão executiva, agora, a mais nova proposta apresentada é a troca da frota veicular do município para a contratação de serviço de táxi no atendimento dos servidores. Com um frota total de 1236 veículos, sendo aproximadamente 900 carros e motocicletas, a prefeitura de Porto Velho garante que irá economizar com essa medida, uma vez que cortará os custos com manutenção e abastecimento.

Em São Paulo

Com uma frota estimada de 2000 carros, o prefeito de São Paulo fechou contrato com o aplicativo 99 Táxi, que ficou responsável por gerenciar toda a demanda do município. A economia pretendida pelo governo tucano é de quase R$ 120 milhões. Porém, isso não significa que em Porto Velho a situação será a mesma, já que o tamanho da cidade é reduzido e tudo depende dos meandros de como esse contrato será firmado.

Pegou mal

Não pegou muito bem o vereador da base aliada, Edwilson Negreiros (PSB), ter sido incumbido do anuncio da medida, uma vez que ele é diretamente ligado à categoria profissional dos taxistas e poderia deixar a suspeita de estar legislando em causa própria. É bom os órgãos de fiscalização, entre eles o Ministério Público do estado de Rondônia, acompanhar de perto todos os tramites envolvendo a celebração desse contrato. Até porquê, Porto Velho não é São Paulo, aqui a banda toca em um ritmo bem diferente.

Segurança

O Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia – DETRAN/RO, reajustou e renovou por mais um ano os contratos firmados com as empresas de segurança privada que garantem a vigilância do patrimônio do órgão, ao todo são mais de R$ 30 milhões pagos à cinco empresas de segurança privada, Estação Vip Segurança, Proteção Máxima, FBX Serviços de Segurança, Impactual Vigilância e Columbia Segurança. De acordo com a publicação do Diário Oficial do estado de Rondônia o serviço prestado pelas empresas é de vigilância/segurança patrimonial, ostensiva e armada, preventiva, diurna e noturna, para prestação de serviços de forma contínua nas dependências das unidades administrativas ligadas à responsabilidade do Departamento Estadual de Trânsito.

Salgado

Somando os gastos apenas em contratos celebrados pelo Governo de estado de Rondônia com empresas de segurança privada, o contribuinte rondoniense anualmente desembolsa um valor superior à R$ 200 milhões. Isso porquê no estado, grande parte do monitoramento de segurança é realizado por câmeras controladas à distância. Esse valor pago apenas para assegurar o patrimônio do DETRAN/RO está salgado, é necessário que o governador junto com sua equipe, analise estratégias e propostas de segurança do patrimônio público que contemple um resultado mais permanente e econômico.

Um fato

O impresso é uma segmentação jornalistica alvo um severo golpe econômico em decorrência da digitalização da informação, anteriormente grande detentora dos contratos de publicidade privados e públicos, as redações de jornais impresso vieram uma por uma fechando as portas em Rondônia, o motivo, falta de dinheiro. Um exemplo é recente anuncio do encerramento das atividades do jornal Alto Madeira, que após 100 anos não resistiu à dura competitividade da mídia atual.

Ainda no DETRAN/RO

Porém, mesmo em um estado entre os que mais apresentam jornais eletrônicos no Brasil, o DETRAN/RO vem celebrando uma assinatura anual de um jornal impresso local. O contrato acorda 50 unidades diárias do suposto período, que custou R$ 15 mil aos cofres públicos e teve assinatura renovada por mais um ano pelo mesmo valor. Os fatores que levaram à escolha especificamente desse jornal é algo não explicitado pelo DETRAN/RO, uma verdade é que as mesmas informações são gratuitamente disponibilizadas pela rede mundial de computadores.

O habitual

No período em que os impressos conseguiam imprimir consideráveis tiragens era comum assinaturas à titulo de cortesia à órgãos públicos, poucos são os jornais impressos em Rondônia com poder e alcance de informação próximo do que era nos áureos tempos, por isso, a escolha do DETRAN/RO por um jornal específico que sequer figura entre os mais circulados ou conhecidos entre a comunidade é algo à se questionar.

A coluna

João Paulo Prudêncio é jornalista, profissional da área de jornalismo eletrônico há dez anos, autor de matérias de grande repercussão e vencedor do Grande Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do estado de Rondônia em 2014. Informações e sugestões de pauta através dos telefones (69) 99230-0591 ou (68) 99217-1709.

Fonte: JH Notícias

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização