Siga
Grupo KES - Curso de Formação de Bombeiro Civil
Casa de Cultura Ivan Marrocos, em Porto Velho, será reformada pelo DER
Foto: Bruno Corsino

Rondônia

Casa de Cultura Ivan Marrocos, em Porto Velho, será reformada pelo DER

As reformas da Casa de Cultura Ivan Marrocos e da escola estadual Getúlio Vargas, localizada no bairro Areal, foram anunciada pelo governador Confúcio Moura, nesta quarta-feira (31), que recebeu em audiência o vereador Alex Palitot, de Porto Velho. O encontro foi marcado, ainda, pelo início de articulações para favorecer a área de cultura.

Alex Palitot está no primeiro mandato político e foi eleito com forte apelo em defesa da cultura e educação. A pauta tratada na audiência envolveu temas como atenção à Casa do Índio, valorização do turismo em Nova Teotônio e a doação de uma linotipo para compor o acervo do Museu Memória de Rondônia.

Após ouvir do vereador um pedido para reformar a Casa de Cultura, local das principais exposições de obras de arte na capital, Confúcio Moura informou que a programação já está elaborada e o trabalho iniciará pela parte elétrica.

A parte estrutural da reforma será feita em seguida,  conforme cronograma elaborado pelo Departamento de Estradas, Rodagens, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER).

Quanto à reforma na escola estadual Getúlio Vargas, o governador revelou que uma equipe será destacada para avaliar que tipo de serviços precisam ser feitos no estabelecimento, um  dos mais antigos do estado.

O encaminhamento para a intervenção na estrada de acesso a Nova Teotônio, de cerca de 20 quilômetros, foi iniciado. “Lá moram agricultores tradicionais e é, também, passagem dos turistas”, reforçou o vereador.

Quanto à Casa do Índio, localizada no bairro Arigolândia, também terá apoio do estado, apesar de ser responsabilidade do governo federal.

MUTIRÃO

O local será limpo em regime de mutirão, por iniciativa dos universitários que se hospedam no prédio durante parte do ano. O governo do estado disponibilizará equipamentos e servidores para o trabalho.

Confúcio e Palitot concordaram que a capital necessita de incentivos para que a cultura seja fortalecida. O vereador revelou que doará uma linotipo. O equipamento gráfico pertenceu a seu pai e irá compor o acervo do Museu da Memória Rondoniense, instalado no Palácio Getúlio Vargas, antiga sede do governo do estado.

O governador propôs a Palitot que defenda, na Câmara Municipal, a utilização dos terrenos baldios para o plantio de hortas, flores. “É possível gerar renda para quem quer trabalhar, valorizar o imóvel e deixar a cidade mais bonita”, argumentou.

A lei para a utilização dos terrenos para plantar alimentos, segundo o vereador, já existe. Ele concordou que a iniciativa pode ser benéfica para as partes, bastando que o proprietário do imóvel tenha assegurado seus direitos sobre as terras e que poderá dispor delas quando necessitar.

Palitot elogiou o governador pelas ações na educação e saúde, acentuando que trata-se de um exemplo no momento de recessão do país. Para Confúcio, Alex Palitot representa a inovação na política e seu perfil detém a confiança da população.

Fonte: Secom. Texto: Nonato Cruz

comentários

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Home Help Reparos e Soluções!

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Rondônia