Siga
Grupo KES - Curso de Formação de Bombeiro Civil
Famílias recebem moradias do governo de Rondônia e deixam aluguel para trás
O sol da manhã não intimidou as famílias que foram receber as chaves de suas casas. Foto: Ésio Mendes/Bruno Corsino

Rondônia

Famílias recebem moradias do governo de Rondônia e deixam aluguel para trás

A manhã desta sexta-feira (9) foi marcada pela entrega de chaves de 1.120 unidades do Residencial Orgulho do Madeira, em Porto Velho. O empreendimento faz parte do programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal e recebe contrapartida do Estado através do Morada Nova.

O evento marcou a realização de sonhos de pessoas que vão deixar para trás o aluguel e as dificuldades de morar de favor.  Gente como a dona de casa Raquel Moreira, 35 anos.

‘‘Só do ano passado para cá tive que mudar de endereço três vezes. Uma das vezes tivemos que sair às pressas porque a dona queria o local de volta. E cada vez que mudamos era preciso procurar uma nova escola para minhas três filhas’’, relata. Agora com as chaves do apartamento em mãos, o sentimento é de felicidade. ‘‘Eu nunca tive uma casa, minha mãe também não. Agora eu tenho um canto para chamar de meu’’, conta orgulhosa.

Raquel conta que quando entrou no apartamento a alegria foi tanta que saiu fotografando cada cantinho do local.  ‘‘É uma felicidade saber que esse é o meu endereço’’, conta ela que irá morar no novo espaço com o marido, as três filhas e a mãe.

“Era muito difícil, muita despesa com aluguel. Tinha que apertar o orçamento, economizar tudo. Esse apartamento chegou em boa hora; aqui vou pagar um taxa bem menor e por algo que é meu’’, afirma Gelciane Silva

Outra que também deixa o aluguel para trás é Gelciane Silva, 28 anos. ‘‘Era muito difícil, muita despesa com aluguel. Tinha que apertar o orçamento, economizar tudo. Esse apartamento chegou em boa hora porque o aluguel está um absurdo e aqui vou pagar um taxa bem menor e por algo que é meu’’, considera. No Residencial, os moradores pagaram uma taxa que varia de R$ 80 a R$ 270, pagas mensalmente em dez anos.

Cadeirante há cinco anos devido um acidente de moto, ela não esconde a alegria de ter uma moradia no próprio nome. ‘‘Agora tenho algo que é meu, graças a Deus e a todos que se mobilizaram para que eu pudesse receber esse apartamento. Estou muito feliz mesmo. Isso foi o melhor que me aconteceu nesse 2017’’, afirma.

A felicidade é tamanha que Gelciane disse que até já pensou com antecedência em como será cada cantinho do novo lar. ‘‘Já até pensei em como vou decorar sala, cozinha, quarto. Um sonho realizado. Muito obrigada governador que Deus abençoe o senhor e sua família’’, disse.

UM BEM PARA TODOS

Ronaldo da Silva Miranda, 47 anos, autônomo, também teve a grata satisfação de receber a chave do apartamento durante a solenidade oficial de entrega de moradias com a presença do governador Confúcio Moura, o vice Daniel Pereira, representantes da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) e parlamentares.

Ele que também será sindico no residencial conta que é muito difícil a vida de quem mora de aluguel e está contente em ter a própria moradia. ‘‘Quem vive de aluguel tem que ter aquela responsabilidade de separar aquela quantia para quando chegar o dia passar para o dono para não ter que ir para rua. Passei por muita situação difícil’’, conta ele que irá mora com filho de 10 anos que é uma criança especial e uma prima. ‘‘O governador está fazendo um bem para todos nós’’, considera.

Para a autônoma Naltilha Pereira da Silva é um grande contentamento ter pela primeira vez uma casa em seu próprio nome. ‘‘Morava com minha mãe e era um sonho ter minha casa. Quando entrei pela primeira vez lá foi uma emoção muito forte, fiz uma oração e agradeci a Deus’’, conta Naltilha.

‘‘Esse projeto veio para alegrar nossos corações, tirar a gente do sofrimento de morar de aluguel ’’, disse a universitária Daiane Andrade. Ela reconhece o esforço do Poder Público em levar solução aos moradores de Rondônia. ‘‘A gente agradece o governador por essa iniciativa porque sabemos que não é fácil. Estamos muito felizes. Esse é um dia excepcional’’, conclui.

MAIOR EMPREEENDIMENTO

Com quatro mil unidades habitacionais e cerca de 16 mil moradores no total, o Orgulho do Madeira foi construído em uma área de 37 hectares e é equipado com uma infraestrutura que inclui estação de tratamento de água, rede de esgoto, iluminação pública, ruas pavimentadas, calçadas com acessibilidade, gramado estacionamento, área de lazer e playground infantil. Os apartamentos têm 42 metros quadrados e são compostos por dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

Esta é a terceira etapa de entrega de moradias no residencial. Os moradores têm até 30 dias para fazer a mudança e ela se dará conforme um cronograma estabelecido pela Seas. Sábado (10), domingo (11) e segunda (12) do 4º andar. Enquanto que na terça (13) e quarta (14) será a vez dos moradores do 3º andar, na quinta (15) e sexta-feira (16), do 2º andar e no sábado (17) e domingo (18), os do térreo.

‘‘Até o final de setembro entregaremos outros 1.200, concluindo as entregas de moradias no Residencial Orgulho do Madeira que são direcionadas as pessoas que mais precisam’’, afirma a secretária adjunta da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), Vilma Aves.

No residencial Orgulho do Madeira, o governo de Rondônia realizou um investimento de R$ 39.500 através do programa Morada Nova que tem como meta entregar 20 mil unidades habitacionais em todo o Estado até 2018. Uma preocupação do governador de Rondônia Confúcio Moura em combater o déficit habitacional no Estado.

Fonte: Secom

comentários

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Home Help Reparos e Soluções!

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Rondônia