Siga

Publicidade

A Atual Sistemas é uma empresa de software e prestação de serviços de automação e gerenciamento comercial.


Rondônia

Fapero recebe inscrições até 17 deste mês para apoio a pesquisadores e eventos científicos e tecnológicos

O fortalecimento da ciência e tecnologia avança em Rondônia. O governo vai investir R$ 9,4 milhões em 13 programas voltados à pesquisa e capacitação, dentre eles o Programa de Apoio a Eventos Científicos e Tecnológicos (PAE) e o Programa de Apoio à participação em eventos científicos e tecnológicos (PAPE). O período de inscrição é até o dia 17 deste mês e são feitas no site da Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa (Fapero).

Os programas contemplam eventos que devam acontecer de outubro deste ano a abril de 2018. Segundo o presidente da Fapero, Francisco Elder de Oliveira, o PAE é exclusivamente para apoio de eventos no Estado, enquanto o PAPE proporciona aos doutores e doutorando a participação em eventos nacionais e internacionais.

‘‘Esse é um momento muito especial para Fapero e para Rondônia porque nunca antes nesse Estado houve um investimento tão alto em ciência e tecnologia, sabemos que é preciso muito mais e vamos lutar por isso. Mas essas duas chamadas públicas lançadas tem um significado especial porque são as duas primeiras dentro de um pacote de ações, o Acelera Rondônia, lançado pelo governo do Estado no dia 31 [de agosto]’’, considera o presidente.

PAE

O Programa de Apoio a Eventos Científicos e Tecnológicos (PAE) recebe investimento de R$100 mil, recurso próprio do governo de Rondônia. De acordo com o presidente da Fapero, serão apoiadas seis propostas divididas entre eventos locais (4) e regionais (2). A primeira receberá R$ 12,5 mil cada e os regionais, R$ 25 mil cada um.

A proposta é apoiar a aquisição de materiais de consumo, realização de serviços, passagens e diárias e outras despesas necessárias à realização de eventos científico-tecnológico de instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos. Confira o regulamento aqui.

O evento tem que ser coordenado por pesquisador doutor que tenha vínculo empregatício com Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica (ICT) e Instituições de Ensino Superior (IES). ‘‘As instituições de pesquisa e de ensino superior através de seus doutores poderão propor a Fapero apoio para seus eventos científicos e tecnológicos’’, explica o presidente.

PAPE

Enquanto que no Programa de Apoio à participação em eventos científicos e tecnológicos (PAPE) serão contempladas 14 propostas, 10 delas nacionais e quatro internacionais.

O investimento é de R$ 36 mil, sendo R$ 2 mil para cada participação em evento nacional e R$ 4 mil para cada uma das internacionais. O apoio é para despesas referentes a passagens aéreas ou terrestres, despesas com diárias, taxa de inscrição e impressão de banner. Confira o regulamento aqui.

‘‘Temos uma série de eventos científicos no Brasil e no mundo que são importantes e Rondônia deve participar. A gente sabe que neste momento de crise nada melhor que um apoio desse para que nossos doutores se atualizem e tragam novas tecnologias e novos conhecimentos para o Estado’’, afirma o presidente.

O investimento em ciência e tecnologia é considerado um marco na história de Rondônia. ‘‘Os pesquisadores vinham há muito tempo com essa demanda e poucas vezes eram atendidos, agora não, existe uma instituição que cuida disso e que colocou no seu programa de atuação. Isso também mostra que Rondônia dá mais um exemplo que está na contramão da crise. Enquanto o governo Federal reduz o apoio a pesquisas, aqui foi feito o contrário, o governo aumentou o investimento em ciência e tecnologia’’, avalia o presidente.

Fonte: Secom

comentários

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Rondônia