Siga
MAIO AMARELO - Convênio garante ações para despertar responsabilidade no trânsito
Foto: Secom

Rondônia

MAIO AMARELO – Convênio garante ações para despertar responsabilidade no trânsito

O lançamento da  5ª edição do Maio Amarelo – Atenção pela Vida aconteceu na manhã desta terça-feira (2) na sede do Departamento Estadual de Transito de Rondônia (Detran), com presença do governador Confúcio Moura, que fez a entrega de veículos e motos para as ações de fiscalização e educação no trânsito desenvolvidas em parceria com a Polícia Militar e outras instituições.

Convênio no valor de R$ 4 milhões e 600 mil, proveniente de recursos arrecadados pelo Detran, possibilitou a aquisição de 22 motocicletas, dez balões, seis micro-ônibus, equipamentos de inormatica e material de expediente que serão utilizados nas ações da Polícia Militar; duas caminhonetes, 14 motos e uma van para operações da lei seca e duas caminhonetes e 19 balões para educação no trânsito, que atuará durante todo este mês com parceiros do Maio Amarelo – Atenção pela Vida.

O Maio Amarelo é um movimento que  nasce com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Ele atua com uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

“Costumamos achar que o ruim e o mal não acontece com a gente. Vamos pensar que pode acontecer, por isso a prevenção e a responsabilidade no transito são importantes. Os acidentes geram consequências com custo grave no componente econômico e social”, disse o governador Confúcio Moura, elogiando a direção e equipe do Detran, que estão induzindo uma onda positiva para todos os funcionários no interior, gerando redução nos acidentes com morte.

“Este é um novo Detran que trabalha com parceiros e busca a preservação de vidas”, disse o diretor-geral do órgão José Albuquerque de Cavalcanti.

Seguindo José Albuquerque, do inicio do governo Confúcio Moura, em 2011, até o momento, Rondônia saiu do ranking de penúltimo lugar em redução de acidente de transito, alcançando no ano passado o primeiro lugar em redução de acidente de transito com morte.

“Avançamos por causa de  um trabalho conjunto, de educação de trânsito, lei seca e sobretudo com a política do governo voltada para a preservação da vida, para que o Detran não seja só um órgão cartorial de emissão de documento, mas que seja, por meio de seus valorosos servidores, um órgão que se preocupe mesmo com a vida de seus semelhantes que trabalhe com o sentimento de pertencimento, com humanismo e amor e isso vem sendo implantado”, declarou o diretor.

Não obstante a campanha do Maio Amarelo, presente em 23 países de cinco continentes, gasta-se tanto ainda com saúde decorrente de acidentes que os recursos, segundo José Albuquerque, dariam para construir 28 mil escolas. “Só há uma saída para mudar: é investir na consciência e no ser humano. E o Maio Amarelo visa fazer com que todos tenham consciência de que um motorista ao volante não pode ser titular de sua vontade absoluta. É preciso respeitar o outro”, afirmou.

A Assembleia-Geral da Organização das  Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. Ela tomou por base um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

PROGRAMAÇÃO

Na programação desta semana, em Porto Velho, está prevista a colocação de mais de 100 cruzes no Trevo do Roque, na próxima sexta-feira (5), e palestras que já se iniciam nesta terça-feira (2) na escola Duque de Caxias. Atividades serão desenvolvidas em todo o Estado.

Palestras serão ministradas a todas as faixas etárias, e todo o material é  simbolizado pelo laço amarelo, escolhido para agregar cada vez mais setores da sociedade no movimento de conscientização para redução do alto índice de acidentes de trânsito  com mortes e feridos em todo o mundo.

Do evento de lançamento do Maio Amarelo, na sede do Detran, também estiveram o vice-governador Daniel Pereira; o vice-presidente do Tribunal de Justiça desembargador Isaias Fonseca; o diretor-adjunto do Detran Antônio Manoel Rebelo; secretário de Transito de Porto Velho Marden Negrão; comandante geral da Polícia Militar coronel Enedy Dias e  o secretário de Defesa, Segurança e Cidadania coronel Lioberto Caetano entre outras autoridades.

Fonte: Secom

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização