Siga
Foto: SECOM

Rondônia

Parceria viabiliza utilização de fertilização in vitro em bovinos

O lançamento do Programa Fertilização in vitro (FIV), realizado no último dia 4 em Colorado do Oeste, traz novas perspectivas para a reprodução de gado leiteiro. O contrato de parceria para uso da técnica foi assinado entre o governo estadual, por meio da Emater-RO, e a empresa Rondo Embryo Tecnologia na Pecuária. Através da técnica de fertilização in vitro, o melhoramento genético do rebanho poderá ser encurtado em pelo menos três gerações.

Nos últimos anos o governo do estado, por meio da Secretaria de Agricultura (Seagri) e Emater-RO, tem investido em tecnologia visando promover o melhoramento genético do rebanho leiteiro. O projeto de inseminação artificial – ação estratégica do programa Proleite para elevação do padrão genético do rebanho leiteiro do estado com assistência técnica aos agricultores familiares, trouxe resultados positivos com aumento da produtividade e melhoria da rentabilidade econômica das propriedades rurais.

Com a utilização da fertilização in vitro, essa ação trará resultados ainda mais satisfatórios. O contrato assinado na Câmara Municipal de Colorado do Oeste prevê a compra, pelo governo estadual, de 500 prenhezes sexadas de fêmea da raça girolando e beneficiará 50 produtores de leite que poderão optar por animais ½ sangue gir/holandês, ¾ de sangue ou 5/8.

Segundo a gerente do escritório regional da Emater-RO em Colorado do Oeste, Enoelma Nunes, o lançamento do programa alcançou repercussão em várias regiões do Brasil através das associações de criadores por ter um diferencial dos demais projetos. “Os recursos são provenientes do governo do estado através do Proleite, que está apoiando o projeto que é considerado piloto, e à Emater-RO caberá à seleção dos produtores e o acompanhamento durante todo o processo”, explica a gerente.

A atividade contará ainda com a parceria do Instituto Federal de Rondônia (Ifro) campus Colorado do Oeste, a quem caberá a capacitação dos produtores em sala de aula. Serão realizados oito módulos com a carga horária de 200 horas, em três municípios sede: Colorado do Oeste, Cerejeiras e Corumbiara.

O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob/Credsul), também parceiro do programa, proporcionará a visita dos 50 produtores beneficiados a outros estados onde a produção do leite é referência em tecnificação. “Os produtores terão a oportunidade de conhecer e ver de forma diferenciada o ‘Negócio Leite’”.

FERTILIZAÇÃO IN VITRO
A Fertilização in vitro (FIV) é uma técnica utilizada para a aceleração da produção de bovinos geneticamente melhorados. Com o uso dessa técnica, uma reprodutora pode produzir centenas de bezerros em menos de um ano e permitir o encurtamento do melhoramento genético em aproximadamente dez anos (ou três gerações). A técnica também permite evitar o descarte precoce de fêmeas privilegiadas que possuem alterações que impeçam a reprodução de forma natural.

Segundo Enoelma, Colorado do Oeste conta com aproximadamente 2.500 produtores de leite que produzem em média 50 litros de leite por propriedade/dia. “Essa atividade não se sustenta, pois, não remunera satisfatoriamente o produtor rural, estudos demonstram que a atividade passa a ser lucrativa a partir de 250 litros por unidade produtiva/dia”. Assim, um dos principais objetivos desse programa é profissionalizar os 50 produtores beneficiados com as prenhezes com a capacitação em sala de aula e com as visitas realizadas em outras regiões a fim de se atingir uma meta semelhante.

A partir do conhecimento científico e com visão ampla do negócio do Leite, esses produtores serão multiplicadores de técnicas de produção de leite.  “Esperamos que esse projeto contamine com boas ideias outros produtores, primeiramente do Cone Sul e posteriormente em todo estado”, conjectura a gerente regional da Emater-RO.

Para o zootecnista da Emater-RO Enio Roberto Milani, “este é o maior projeto social na área produtiva no governo Confúcio Moura, pois temos mais de 40.000 produtores de leite no estado de Rondônia que tem na atividade leiteira a principal fonte de renda ou renda complementar da propriedade.”

O lançamento do Programa Fertilização in vitro (FIV) contou com a presença de várias autoridades, entre as quais: deputados estaduais Maurão de Carvalho (presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia) Luizinho Goebel e Cleyton Roque, prefeitos de Colorado do Oeste José Ribamar de Oliveira, prefeito de Cerejeiras Airton Gomes, diretor-presidente da Emater-RO, Francisco Coutinho, vereadores de todos os municípios do Cone Sul, além dos presidentes das associações comerciais, gerente do Banco da Amazônia, diretora geral do Ifro e diretores do Sicoob entre outros.

Fonte: Secom

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Mega Frio Climatização

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho