Siga
Google é acusado de pagar professores para influenciar questões políticas

Tecnologia

Google é acusado de pagar professores para influenciar questões políticas

O jornal Wall Street Journal publicou na última terça-feira, 11, resultados de um relatório da Campaign for Accountability que mostram que o Google pagou professores para publicarem artigos que apoiem as opiniões da empresa sobre questões de políticas públicas.

De acordo com o relatório, a companhia pagou de US$ 5.000 a US$ 400 mil por trabalhos e pesquisas, sendo que alguns desses trabalhos foram usados pelo Google para influenciar funcionários do governo norte-americano.

“O recrutamento estratégico do Google de professores com ideias semelhantes é um dos programas mais sofisticados da indústria de tecnologia e inclui o financiamento de conferências e pesquisas por grupos comerciais, grupos de reflexão e empresas de consultoria, de acordo com documentos e entrevistas com acadêmicos e lobistas”, publicou o jornal.

Em resposta, o Google afirma que a Campaign for Accountability é uma organização tendenciosa que promove uma campanha “anti-Google” e que, sim, a empresa financia pesquisas, assim como muitas outras.

Fonte: Olhar Digital

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade

O tal do Espetinho

Publicidade

Aggio Climatização