Siga
Grupo KES - Curso de Formação de Bombeiro Civil


Trilhando a História

Criação do Território do Guaporé, os bastidores de uma história

Presidente Getúlio Vargas visitando Porto Velho em  outubro de 1940
No dia 13 de setembro de 1943, atendendo a um chamado que lhes fizera o Presidente da República, Aluízio Ferreira compareceu em Petrópolis, onde encontrou Getúlio Vargas passeando nos jardins do Palácio Rio Negro, na companhia de um Oficial da Marinha, seu ajudante de Ordens, e de dois menores moradores na vizinhança do Palácio e que haviam pedido para tirar uma fotografia com Getúlio. Depois de receber os respeitosos cumprimentos do então major Aluízio, o Presidente, juntando as mãos das crianças como um compromisso formal de testemunho, anunciava que naquele dia seriam criados os territórios e convidava Aluízio para governar o Território do Guaporé.
Vargas visitando as dependências do Exército de Fronteira, hoje 17° Brigada
O ato concretizou-se no Salão dos despachos do Palácio do Catete, na tarde daquele dia 13 de setembro: o decreto-lei 5.812 foi assinado às 16h40m. O Território que seria implantado com áreas desmembradas dos estados de Mato Grosso e do Amazonas, por sugestão do Ministro de Viação e Obras Públicas, Mendonça Lima, receberia o nome de Rondônia, em homenagem ao general Cândido Mariano da Silva Rondon: este, ao ter conhecimento da indicação, obstinadamente recusou a homenagem, desgostoso com o governo Vargas, que o perseguiu, mandou prender, cortou sua carreira militar e quase destruiu as Linhas Telegráficas. Em face da recua, outros nomes foram sugeridos: Minas Novas, Urucumacuan, Madeira e, finalmente, o que venceu, Guaporé.
Porém, mais tarde, passou a ter o nome de Rondônia pela Lei 2.731 de 17/02/1956, por projeto do deputado federal pelo Amazonas, Áureo de Melo. Não resta a maior dúvida que o acontecimento empolgou toda a população, quer de Porto Velho, quer de Guajará-Mirim: realizaram-se passeatas pelas ruas das duas cidades, houve discursos, foguetes e muita vibração do povo.
Um mês após a criação d Território Federal do Guaporé, a 3 de novembro, Aluízio Pinheiro Ferreira foi empossado como o primeiro governador, no Palácio do Ministério da Justiça. A 24 de janeiro de 1944, tendo chegado de viagem no dia anterior, instalou a sede do governo numa sala da Escola Barão de Solimões. Porto Velho tinha então uns três mil habitantes doas quais 2 mil ligados à Estrada de Ferro Madeira Mamoré.

comentários

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!


Deputado Jesuíno Boabaid

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Home Help Reparos e Soluções!

Publicidade

Aggio Climatização

Mais em Trilhando a História