Siga

Brasil

Governador do DF é acusado de racismo pelo próprio vice

Em nota, o governador Rodrigo Rollemberg fez duras críticas ao vice. Disse que as palavras dele não surpreendem e reafirmam sua conduta despreparada, imatura, inconsequente e distante da realidade dos fatos.

              

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), foi acusado de racismo pelo vice, Renato Santana (PSD). Os dois estão rompidos desde 2016 e, desde então, Santana tem feito seguidas críticas ao governo de Rollemberg.

A fala foi na Câmara dos Deputados, na sessão solene em homenagem aos 58 anos de Brasília.

No discurso, o vice-governador disse que se uniu a Rollemberg acreditando que ele seria o novo na política, mas que o governador se mostrou a vanguarda do atraso. Além disso, se disse perseguido por Rollemberg.

Renato Santana afirmou que o afastamento dos dois se deu pelo fato de ele ser negro e morador da Ceilândia, uma das regiões mais pobres da capital federal.

Em nota, o governador Rodrigo Rollemberg fez duras críticas ao vice. Disse que as palavras dele não surpreendem e reafirmam sua conduta despreparada, imatura, inconsequente e distante da realidade dos fatos.

O comunicado ainda acusa Santana de buscar o discurso da vitimização e usar o método sorrateiro para esconder sua incapacidade administrativa. Em uma entrevista concedida no fim de semana, Rollemberg disse que seu vice não tinha experiência nem maturidade para o cargo.

Fontre: JP

              

Mais em Brasil