Siga
Hamilton lidera primeiro treino do GP do Canadá; Massa fica em oitavo

Esporte

Hamilton lidera primeiro treino do GP do Canadá; Massa fica em oitavo

Lewis Hamilton começou bem a sétima etapa do mundial de Fórmula 1 ao liderar a primeira sessão de treinos livres disputada em Montreal, no Canadá. Trata-se de uma boa notícia para o inglês, que precisa reagir no campeonato depois de ver seu rival Sebastian Vettel abrir 25 pontos na liderança com a vitória no GP de Mônaco.

Mas Hamilton ainda não pode sossegar. Afinal, a mesma história aconteceu há duas semanas, indicando que a Ferrari trabalha de maneira diferente na primeira sessão. Ao longo do final de semana, o inglês acabou sofrendo com os compostos ultramacios, que estão sendo usados também em Montreal.

O inglês, que esteve na fábrica da Mercedes na semana passada para fazer simulações com os engenheiros, se mostrou confiante de que a equipe trabalhou bem nas últimas duas semanas para resolver a questão.

“Meu problema é apenas o ultramacio, com os outros não tem problema. Juntamente com as centenas de pessoas que temos na equipe estamos tentando entender isso para tentar colocar o carro em uma posição na qual isso não aconteça mais”, disse.

Vettel foi o segundo colocado, com pouco menos de dois décimos de desvantagem para o líder em uma pista em que as diferenças costumam ser muito pequenas. O alemão, contudo, demonstrou ter dificuldades de aderência com a Ferrari, especialmente com os compostos mais duros de pneus, e chegou a rodar no início da sessão. O companheiro de Hamilton, Valtteri Bottas, foi o terceiro colocado, a menos de um décimo do inglês. Ainda que o tricampeão seja famoso por se dar bem no Circuito Gilles Villeneuve, no qual venceu 50% das corridas que disputou, o piloto finlandês é outro que sempre anda forte em Montreal, tendo conseguido um inesperado pódio para a Williams na temporada passada.

Já Felipe Massa fechou a primeira sessão em uma boa oitava colocação, em uma pista em que a WIlliams deve ter um desempenho melhor do que nas últimas provas devido à menor influência da pressão aerodinâmica, que tem sido o calcanhar de Aquiles da equipe nos últimos anos.

Voltando à Fórmula 1 depois de disputar as 500 Milhas de Indianápolis, Fernando Alonso andou pouco na primeira sessão e ficou com o 16º entre os que marcaram tempo, com 2.712s a mais do que Hamilton. Com informações da Folhapress.

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Mega Frio Climatização

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade