Notícias de Esporte

Palmeiras chega à Argentina sob protestos e com xingamentos a Dudu

A equipe alviverde ainda enfrentará os colombianos em casa e os peruanos, mais fracos do grupo, fora, na sequência da competição.


Postado em 24/04/2018 às 10h25min

Palmeiras chega à Argentina sob protestos e com xingamentos a Dudu

Quem pensou que o clima estaria mais leve entre torcida e jogadores do Palmeiras após a vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, no último domingo, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, se enganou.

O “Verdão” desembarcou na noite de segunda em Buenos Aires, onde enfrenta o Boca Juniors, em La Bombonera, pela 4ª jornada do grupo 8 da Copa Libertadores, e, na chegada do ônibus ao hotel da equipe, 20 torcedores que esperavam no local surpreenderam e começaram a proferir xingamentos ao atacante Dudu, autor, aliás, do único gol do triunfo sobre o “Colorado” no final de semana.

“Ei, Dudu, vai tomar no c…” e “Joga bola, Dudu” foram alguns dos gritos entoados pelos fãs alviverdes. O capitão foi o primeiro a deixar o ônibus e entrou no hotel sem responder ou nem mesmo olhar para as pessoas. Logo depois, Fernando Prass deixou o automóvel, foi muito celebrado e acenou para os torcedores.

A rixa entre parte dos palmeirenses e o atacante vem de algum tempo.

Alegando que Dudu não vem em boa fase, alguns torcedores pegaram no pé do jogador e, segundo ele, o ofenderam via redes sociais.

Em resposta, ele não comemorou o gol marcado sobre o Inter, o que dividiu ainda mais as opiniões sobre o camisa 7.

“A gente fica chateado. Às vezes, as pessoas acham que porque o Palmeiras fez grandes contratações vai sair ganhando de todo mundo e não é assim. Do outro lado, tem equipes que trabalham tanto quanto nós. Não tem o nosso poderio financeiro, mas tem grandes jogadores. Para sair ganhando de tudo vamos ter que batalhar bastante, como fizemos hoje. Dar a vida para subir bastante na tabela”, disse o capitão, em entrevist após a partida pelo Brasileirão.

“Eu sou um cara muito emotivo, sempre procuro dar o meu melhor e, às vezes, as pessoas não reconhecem. Às vezes, quando você empata dois jogos, você não presta, não vale nada. Então acho que não quis comemorar por causa disso. E se a gente tiver um mau resultado nos próximos jogos, vamos voltar a não valer nada”, completou.

Com sete pontos ganhos, o Palmeiras lidera a chave, seguido de perto do próprio Boca, que tem cinco. Junior Barranquilla-COL e Alianza Lima-PER completam o grupo com três e um ponto, respectivamente. Uma vitória ou até mesmo um empate em La Bombonera deixará o clube brasileiro muito próximo de uma classificação às oitavas de final da Libertadores.

A equipe alviverde ainda enfrentará os colombianos em casa e os peruanos, mais fracos do grupo, fora, na sequência da competição.

Fonte: ESPN



MAIS NOTÍCIAS DE Esporte