Notícias de Esporte

‘Trabalhar mais’: empate liga alerta e Brasil quer evoluir em semana cheia

Serão quatro dias de treinos antes do confronto contra a Costa Rica. Agora, o Brasil retorna a Sochi, onde treina até quarta-feira. Na quinta, a delegação viaja para São Petersburgo e faz mais uma atividade antes do segundo jogo.


‘Trabalhar mais’: empate liga alerta e Brasil quer evoluir em semana cheia

O empate com a Suíça na estreia da Copa do Mundo serviu, principalmente, para duas coisas na opinião dos jogadores: ligar o sinal de alerta diante de uma dificuldade já esperada no Mundial e aliviar a tensão do primeiro jogo do Mundial. Passado o duelo, o momento é de aproveitar a semana cheia de treinos para fazer um bom jogo na sexta-feira, contra a Costa Rica, em São Petersburgo. Com a igualdade, o Brasil ocupa o segundo lugar do Grupo E, atrás da Sérvia e à frente dos suíços e costa-riquenhos.

– Não tem time bobo, todos sabem marcar. Nós temos de continuar trabalhando, continuar mentalmente fortes para conseguir as vitórias. O mais importante agora é pensar no próximo jogo. A Copa do Mundo vai ser sempre difícil, já esperávamos por isso. Se Deus quiser, até a final vamos ter muitas dificuldades. Agora, é continuar mentalmente fortes e focados. Vamos analisar vídeos e ir 100% para o próximo jogo – ponderou Willian, titular no empate contra a Suíça, na zona mista do estádio em Rostov.

Serão quatro dias de treinos antes do confronto contra a Costa Rica. Agora, o Brasil retorna a Sochi, onde treina até quarta-feira. Na quinta, a delegação viaja para São Petersburgo e faz mais uma atividade antes do segundo jogo.

– Temos de trabalhar mais. É Copa do Mundo, não tem jogo fácil. A Seleção precisa ainda melhorar muito. Sabemos quais os pontos fortes dos rivais e vamos buscar a classificação no próximo jogo – finalizou o zagueiro Miranda.

Fonte: O Lance




MAIS NOTÍCIAS DE Esporte