Siga
Adolescente de 13 anos com sinais de lesões e violência sexual morre de parada cardíaca

Polícia

Adolescente de 13 anos com sinais de lesões e violência sexual morre de parada cardíaca

Uma Guarnição da Polícia Militar ao Hospital de Emergência de Cacoal (EURO), pois foram informados que no hospital, havia acabado de dar entrada um adolescente de 13 anos de idade com sinais de lesões e violências sexuais.

Ao chegar ao hospital, a vítima estava em um leito hospitalar juntamente com uma equipe médica tentando reanimar, pois o mesmo havia sofrido uma parada cardíaca, momentos após o adolescente voltou em si, porém ficando em estado grave de saúde.

Aos policiais, o hospital informou que o adolescente havia sido levado pelo seu padrasto que trajava camiseta preta e calça jeans e estava acompanhado de seu patrão, o patrão do padrasto saiu do hospital pelas portas dos fundos.

Enquanto os policiais as informações no hospital, a mãe da vítima, chegou ao hospital e logo evadiu do local com outro homem, os policiais estranhando tal ação saiu em diligências e logrou êxito de alcançar a mesma ainda próximo ao hospital. Ao indagar a mãe sobre o paradeiro de seu esposo, padrasto da vítima, ela disse que ele teria ido até a residência pegar alguns documentos.

Ao voltarem para o hospital, o padrasto chegou e ao indagar sobre tais documentos, o mesmo disse que não tinha nenhum documento, neste momento o padrasto já trajava uma camiseta listrada de branco e vermelho. Neste momento das conversas, o setor de emergência e urgência do hospital informou que o menor havia sofrido novamente outra parada cardíaca e não havia resistido, vindo a óbito as 11:04 horas da manhã desta segunda-feira (05).

Uma médica do hospital disse que o médico legista foi até o hospital e constatou a morte do menor, sendo que a causa especifica seria analisada posteriormente.

Diante dos fatos, a mãe e o padrasto do menor foram levados para a delegacia de polícia civil pára registro de ocorrência, os dois aparelhos celulares de ambos foram apreendidos, sendo que o casal ficou a disposição da justiça para os procedimentos cabíveis que o caso couber.

Fonte: Alerta Rondônia

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Mil Contabilidade

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade