Siga
OPERAÇÃO BRUTUS - Desacordo político resultou no assassinato de Chico Pernambuco; crime custou R$ 50 mil
Foto e Montagem: JH Notícias

Polícia

OPERAÇÃO BRUTUS – Desacordo político resultou no assassinato de Chico Pernambuco; crime custou R$ 50 mil

De acordo com a Polícia Civil o assassinato do prefeito de Candeias do Jamari, Chico Pernambuco assassinado no dia 18/3 foi oriundo de um desacordo político feito durante campanha eleitoral.

As investigações apontam que Chico teria pego com um grupo de investidores a quantia de R$ 300 mil para investir na sua candidatura, em troca daria duas secretarias de Educação e Agricultura. O acordo não foi cumprido e logo o grupo arquitetou a execução.

Os assassinos, Marcos Ventura Brito e um comparsa foram contratados pelo valor de R$ 50 mil e cumpriram com o combinado, matando o prefeito do município vizinho com vários tiros. A dupla fugiu em uma motocicleta, incendiou o veículo e fugiu com outros criminosos que haviam alugado um automóvel modelo Civic.

Os criminosos foram presos nesta segunda-feira (8), e conduzidos para as delegacias de Furtos e Roubos e homicídios. As 16h a delegada Keite Mota, responsável pelo inquérito vai conceder entrevista coletiva e dar detalhes das prisões.

LEIA TAMBÉM:

OPERAÇÃO BRUTUS – Chefe de gabinete pode ter ligação com assassinato de Chico Pernambuco

OPERAÇÃO BRUTUS – Divida campanha foi motivo de execução de Chico Pernambuco

OPERAÇÃO BRUTUS – Polícia confirma prisão de executor de Chico Pernambuco

OPERAÇÃO BRUTUS – Polícia Civil prende quadrilha acusada de matar Chico Pernambuco

Fonte: JH Notícias

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Mil Contabilidade

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade