Notícias de Polícia

Polícia prende suspeito de matar desafeto no Orgulho do Madeira


Polícia prende suspeito de matar desafeto no Orgulho do Madeira

Policiais da Delegacia de Homicídios de Porto Velho prenderam nesta sexta-feira (15) Max Willian Tavares Mauricio, 25 anos, acusado de ter assassinado a tiros Claudio Edio Souza de Oliveira, 37 anos, no dia 16 de janeiro deste ano no residencial Orgulho do Madeira, Bairro Socialista, na Zona Leste de Porto Velho.

Para o delegado Sandro Moura, o criminoso negou a acusação e disse que no dia do crime estava na casa de uma pastora, mas a versão foi desmentida por ela durante o depoimento.

Sobre a motivação do crime, o delegado informou que durante as investigações foi constatado que a vítima e o acusado teriam discutido e Claudio acabou agredindo Max. Segundo testemunhas, para se vingar, no dia seguinte Max montou uma campana juntamente com um comparsa nas proximidades do residencial.

No momento que a vítima saiu de um dos apartamentos, o criminoso juntamente com seu comparsa, que estava em uma motocicleta, se aproximou e efetuou vários disparos.

Claudio ainda foi socorrido para o Pronto-Socorro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu minutos depois.

Os policiais constataram que Max possui várias passagens pela Polícia por tráfico de drogas. Ele prestou depoimento para o delegado e foi encaminhado para um presídio da Capital.




MAIS NOTÍCIAS DE Polícia