Siga

Rondônia

Atletas rondonienses serão beneficiados com incentivo financeiro

Em 2017 a Sejucel liberou mais de R$ 600 mil em passagens aéreas para atletas e seus técnicos irem representar Rondônia em competições fora do estado.

              

O Programa Bolsa Atleta, da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), irá atender inicialmente 30 atletas de alto rendimento com valor financeiro de R$ 610 por mês durante um ano. Os atletas receberão os cartões de débito para a movimentação do dinheiro na próxima segunda-feira (11), às 14h, durante cerimônia que será realizada no Palácio Rio Madeira – edifício Rio Pacaás Novos, no salão nobre no 11º andar.

Segundo o superintendente da Sejucel, Rodnei Paes, o Programa Bolsa Atleta de Rondônia foi criado por meio da Lei n. 3843/2016 e é o maior programa de incentivo financeiro do estado, que tem como objetivo incentivar os atletas de alto rendimento a desenvolverem o seu potencial esportivo, nas mais diversas modalidades.

“A cada 90 dias, os atletas terão que prestar contas sobre o valor da bolsa recebido e também sobre os resultados das competições. Para continuar sendo beneficiado é necessário manter uma rotina de competições e resultados”, afirmou o superintendente da Sejucel.

Para isso o governo do estado irá oferecer um curso de capacitação aos atletas para aprenderem a fazer a prestação de contas, bem como orientá-los sobre a importância de continuar competindo em suas modalidades e buscando bons resultados. Rodnei Paes disse que o governo de Rondônia, por meio da Sejucel, tem investido no esporte apoiando os atletas.

Em 2017 a Sejucel liberou mais de R$ 600 mil em passagens aéreas para atletas e seus técnicos irem representar Rondônia em competições fora do estado. Rodnei explicou também que as passagens são liberadas por meio de indicações das federações de cada modalidade, por entender que o órgão representativo das modalidades esportivas tem esse aval, indicando os atletas que tem os melhores resultados e consequentemente as melhores chances nas competições nacionais e ou internacionais.

Fonte: Assessoria

              

Mais em Rondônia