Sábado, 14 de Dezembro de 2019

Notícias de Rondônia

Famílias de baixa renda são beneficiadas com troca de geladeiras velhas por novas e econômicas

Postado em 19/11/2019 às 09h04min


Famílias de baixa renda são beneficiadas com troca de geladeiras velhas por novas e econômicas

Em dois dias de ação, cerca de 40 geladeiras velhas foram substituídas por geladeiras novas e mais eficientes.

Dona de uma geladeira velha e quebrada, dependendo exclusivamente da bondade dos vizinhos para gelar água e conservar alimentos e remédios, Luzia de França, 64s, não conseguiu conter a emoção e chorou ao receber a visita do caminhão da Energisa, que, na manhã deste sábado (16), levou para ela uma geladeira novinha. “Agora posso conservar meus remédios e guardar alimentos”, disse enquanto tentava conter as lágrimas de alegria.

Vivendo de favores e doações, com renda mensal de apenas R$ 40,00, ela é uma das cerca de 40 pessoas que, por viver em estado de vulnerabilidade social, foi selecionada no programa Nossa Energia, de eficientização energética da Aneel realizado pela Energisa, para ter as lâmpadas e geladeira substituídas por outras mais eficientes e econômicas. “Quando os funcionários da empresa de energia me procuraram para me cadastrar, achei que era mentira. Mas, agora, meu sonho se realizou. Não vou mais estragar a pouca comida que tenho e vou poder beber água gelada quando quiser. Estou feliz!”, acentuou Luzia.

Em situação econômica não muito diferente, a manicure Daiane Menezes também não acreditou quando foi procurada pela equipe da Energisa. “Achei bom demais pra ser verdade. É um sonho”, destacou ao mostrar a geladeira antiga, com mais de 12 anos de uso. “Não conseguiria comprar uma geladeira nova tão cedo”, acrescentou.

Daiane elogiou a iniciativa da Energisa. “Acho que as pessoas precisam conhecer o trabalho que a Energisa está fazendo. Pois, quem usa energia com consciência não tem o que reclamar”, afirmou.

Programa

Para ter acesso ao Nossa Energisa, a pessoa tem que ser inscrita em qualquer programa social do governo federal, ter o Número de Inscrição Social (NIS) e ser cadastrada na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). “Nossa equipe realiza a visita de porta em porta, avaliando o perfil das famílias, além de analisar o impacto do consumo da geladeira antiga na conta de energia daquela residência. Quando identificamos alto consumo, borrachas desgastadas ou estado de conservação muito ruim, entendemos que é uma oportunidade de trazer eficiência energética para o local e selecionamos a pessoa para substituir a geladeira. Além disso, fazemos a substituição de lâmpadas incandescentes e fluorescente, trocando-as por lâmpadas de LED, o que representa uma redução de 90% na comparação de uma e outra”, explicou Talis Henrique, coordenador de eficiência energética da Energisa.

Sobre as geladeiras substituídas, Talis Henrique informa que são aparelhos de alta performance energética, listados na categoria “A” do Inmetro, o que traz ainda mais economia no consumo de energia. Até 2021, serão substituídas 4 mil geladeiras. “O programa começou recentemente, no mês de setembro. Já temos um saldo de 150 geladeiras substituídas e mais de 500 lâmpadas trocadas, sendo que só nesse fim de semana foram 40 famílias beneficiadas”.

Por Assessoria