Notícias de Rondônia

Na torcida pelo Brasil Unidades Socioeducativas em Rondônia são decoradas para a Copa


Na torcida pelo Brasil Unidades Socioeducativas em Rondônia são decoradas para a Copa

Com a proximidade da Copa do Mundo toda a sociedade é mobilizada, muitos lugares são enfeitados nas cores da bandeira do Brasil e nas unidades socioeducativas não são diferentes. Esta é a forma que a Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Fease) buscou para estimular servidores e socioeducandos a entrarem no clima.

Os socioeducandos estão produzindo peças alusivas ao Campeonato Mundial de Futebol, decorando com o verde e o amarelo as paredes, confeccionando bandeiras, murais e cartazes. Entre as unidades, destaque para a Unidade Socioeducativa de Ariquemes (USARIQ) e para a Unidade de Internação Masculina Provisória (UIMP), em Porto Velho.

Em Ariquemes, os adolescentes começaram a confecção das peças com o desenho livre de bandeirinhas nas cores verde e amarela e palavras de incentivo à nossa seleção. A psicóloga Crislane Pandolfo, que trabalha na unidade há um ano, explica que a decoração da unidade vai muito além da estética do momento, pois o objetivo é estimular o patriotismo e o trabalho em grupo entre os socioeducandos. “Esse momento de união e solidariedade gera o produto final que é belo. E ainda tem a função de estreitar os laços entre a equipe de servidores e os adolescentes buscando a confiança, o respeito e um novo olhar na socioeducação”, detalha.

O adolescente R.V.P, de 16 anos, gostou do trabalho em grupo. “Foi bom decorar nosso ambiente, distraiu a mente, é divertido todos juntos fora do alojamento e falando sobre vários assuntos da nossa vida e países”, comenta.

Já na unidade de Internação Provisória em Porto Velho (UIMP), os servidores e adolescentes colocaram a mão na massa juntos. Uma espécie de oficina aconteceu, onde os professores e os agentes de segurança socioeducativo fizeram despertar nos adolescentes o espírito patriota do período da Copa e, ao mesmo tempo, promover a socialização entre eles.

A ornamentação do espaço físico da unidade contou com a pintura de paredes, muros e painéis, confecção de bandeirolas e uma bandeira do Brasil na

parte interna da unidade. Além disso, os adolescentes aprendem sobre dados estatísticos das Copas, os países participantes, informações relacionadas à cultura e a localização geográfica deles, alimentação dos atletas e, também, leitura de textos críticos sobre o evento.

O diretor geral da UIMP, Alessandro Geber, diz que essa interação com os adolescentes é fundamental para trazê-los para o nosso lado, da família e da sociedade e reforçar que a prática de crimes não compensa. “Muitos deles aqui não tiveram a oportunidade de assistir a jogos passados de outras copas do mundo. Nossa meta é despertar e resgatar o patriotismo neles. Mesmo estando internos, que é um momento difícil, apesar disso são brasileiros. Também nesse momento os servidores conversam sobre a vida e questionam os motivos que os levaram ao cumprimento de medida socioeducativa”, finaliza.

Copa 2018

A Copa do Mundo FIFA de 2018 ou Campeonato Mundial de Futebol FIFA de 2018 é a vigésima primeira edição deste evento esportivo, um torneio internacional de futebol masculino organizado pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), que ocorre na Rússia, anfitriã da competição pela primeira vez. Com onze cidades-sede, o campeonato será disputado entre 14 de junho e 15 de julho. A edição de 2018 será a primeira realizada no Leste Europeu e a décima primeira realizada na Europa, depois de a Alemanha ter sediado o torneio pela última vez no continente em 2006.

A seleção brasileira de futebol vai estrear na Copa do Mundo. E enquanto não chega o domingo (17), dia marcado para o jogo contra a Suíça, os torcedores estão enfeitando as ruas para entrar no clima da competição. A decoração inclui bandeiras, fitas, rodapés coloridos e ruas pintadas. Esse clima desperta o patriotismo e o orgulho de ser pentacampeões do mundo de futebol. Esse clima é o mesmo que acontece nas unidades socioeducativas em Rondônia.

Fonte: Secom/RO




MAIS NOTÍCIAS DE Rondônia