Notícias de Rondônia

Sesdec classifica candidatos inscritos no Programa Voluntariar em 11 cidades contempladas


Postado em 17/01/2018 às 10h02min

Sesdec classifica candidatos inscritos no Programa Voluntariar em 11 cidades contempladas

Candidatos inscritos no Programa Voluntariar para servir 11 das 15 Unidades Integradas de Segurança Pública (Unisp) iniciarão as atividades no início do mês de fevereiro. O processo seletivo foi concluído. Foram cerca de 1.600 candidatos para 50 vagas. O Voluntariar é uma ação dentro do Programa Rondônia Mais Segura.

Essa semana a equipe da Ouvidoria da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) esteve nas cidades contempladas, para entrevistas com os candidatos. O processo inicial de classificação é automático. De acordo com as informações prestadas pelo candidato, no ato da inscrição no portal do governo, o sistema classifica os 10 primeiros, que, posteriormente, são entrevistados pela ouvidoria.

O Programa Voluntariar superou as expectativas, disse o secretário de Segurança, Defesa e Cidadania, Liobeto Caetano. Pessoas dedicam um tempo do seu dia para prestação de serviços à comunidade. Elas receberão ajuda de custo no valor de R$ 35 por dia para alimentação e transporte. Concluído um ano de voluntário, o profissional receberá um certificado.

No final de semana, o ouvidor da Sesdec, Leandro Ragnini Picoreli, esteve em três cidades do Vale do Jamari: Ariquemes; Machadinho; e Cujubim. Antes, porém, a equipe já havia classificado os candidatos inscritos nas cidades de Ji-Paraná; Colorado do Oeste; Espigão do Oeste; Estância Ouro Preto; Nova Brasilândia; e Vilhena. Até o final da semana, o processo de classificação estará concluído. Faltam as Unisps Centro, Sul e Leste, em Porto Velho.

Ji-Paraná e Ariquemes são as cidades com maior número de inscrições. Em Ariquemes foram 187 inscritos para sete vagas: 65 candidatos disputam duas vagas para serviços gerais; 17, para técnico de informática; 11 se inscreveram para uma vaga para psicólogo; a única vaga de assistente social é disputada por 13 graduados na área. Os técnicos em administração surpreenderam: 81 profissionais inscritos para duas vagas abertas. Em Ji-Paraná, 205 pessoas se inscreveram no programa para sete vagas.

Edimara Alves da Silva, 24 anos, é de Ariquemes. Casada, mãe de um filho e estuda o 7º período de biologia. Ela diz que ser voluntária é importante por vários motivos: um deles, concluir sua graduação em ciências biológicas este ano, e iniciar o curso de pós-graduação em Gestão Pública. A ajuda de custo vai ajudar. Segundo, por que, na visão de Edimara, o Programa é inovador: “Uma maneira interessante de servir a sociedade por meio de um órgão tão importante como é a Sesdec”.

Gedeon Pereira Neto, 28 anos, é outro que se inscreveu. Formado em Educação Física, atualmente sem emprego fixo, ele ganha a vida como vendedor ambulante. “Auxiliar a Unisp, em um dos turnos, não vai atrapalhar a venda de salgados na parte da tarde e noite”.
Além de Delegado Regional de Ariquemes, Rodrigo Duarte é o gestor a Unisp local. Para ele, O programa resolve, pelo menos, dois gargalos importantes na Unisp da cidade: um é no setor de informática. Equipamentos precisam de manutenção o tempo todo e a unidade não dispõe de técnicos; o outro é o suporte administrativo, já que não há funcionário nesta área.

Duarte ressalta que lidar com o serviço voluntário é mais fácil porque aquele que não se adapta pode ser substituído. “Daí a importância dos voluntários no processo de desburocratização do serviço nas diversas áreas de atuação”, finalizou o delegado.

Cidades como, Ariquemes; Ji-Paraná; Colorado do Oeste; Cujubim; Espigão do Oeste; Ouro Preto; Machadinho; Nova Brasilândia; Rolim de Moura; Vilhena, além de Porto Velho, foram contempladas pelo programa, de acordo com o edital publicado. As demais cidades ficarão para outra etapa.

Fonte: Secom/RO



MAIS NOTÍCIAS DE Rondônia