Siga

Trilhando a História

Estado de Rondônia, 30 anos de uma História

A nomeação do Coronel Jorge Teixeira de Oliveira para o cargo de governador do Território Federal de Rondônia, parecia o descortinar de novos horizontes. Pelos comentários ouvidos pelo povo, dos trabalhos por ele realizados na cidade de Manaus, o Coronel Teixeira era um realizador. As notícias que chegavam a Porto Velho, reforçavam os anseios da população e colocava em alerta, a classe política, principalmente, aqueles que defendiam a idéia da emancipação de Rondônia.
Mas, para a surpresa dos políticos da nossa cidade, o Coronel Teixeira já trazia incluído em sua comitiva, o prefeito de Porto Velho. Tratava-se do engenheiro Francisco Paiva. Isso deixou alguns políticos da cidade, pretendentes ao cargo de prefeito, de certa forma, aborrecidos. Porém, mais surpreendidos ficaram quando viram que os secretários municipais, ou seja, os secretários da prefeitura de Porto Velho e também de Estado, quase todos eram da cidade de Manaus. Isso deixou os políticos de cabelos em pé. Uma exceção, porém, aconteceu. A Secretaria de Administração foi confiada a um político de Rondônia: o Sr. Francisco Chiquilito Erse, que foi convidado a dirigir a Secretaria de Administração do Futuro Estado de Rondônia.
Jorge Teixeira inaugurando o Ginásio Claudio Coutinho em Porto Velho
A implantação da nova administração, principalmente na Prefeitura de Porto Velho, em poucos dias foi invadida por um grande número de técnicos, todos vindos da cidade de Manaus. Os técnicos existentes, funcionários da Prefeitura de Porto Velho, passaram a fazer o papel secundário frente aos secretários vindos da cidade de Manaus.
 O Coronel Jorge Teixeira era um homem que possuía transito livre na alta cúpula da esfera federal nas oligarquias dominantes. Era um homem arrojado, trabalhador, sério, um verdadeiro patriota que via no Brasil como a sua pátria, independente de correntes filosóficas ou regionais. Jorge Teixeira teve uma participação atuante no processo de emancipação do Território à categoria de Estado. Durante o governo do Jorge Teixeira várias obras foram realizadas, tendo sido um período de muito trabalho, que pôde ser caracterizado como os preparativos finais para a emancipação do Território à condição de Estado.
Chiquilo Erse ao lado de José Sarney e Tancredo Neves
No dia 22 de dezembro de 1981 finalmente acontecia o tão esperado dia. O Presidente da República, João Batista Figueiredo através da Lei Complementar n° 41 criava o Estado de Rondônia. No dia 4 de janeiro de 1982 era instalado o mais novo estado da União. Naquela oportunidade também era empossado o Coronel Jorge Teixeira de Oliveira como primeiro governador do Estado de Rondônia.
Na época da emancipação, o Estado de Rondônia encontrava-se administrativamente dividido em 13 municípios que se subdividiam em 22 distritos. Em 1983, o Estado já contava politicamente com 15 municípios.

Aleks Palitot

Historiador

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Mil Contabilidade

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade