Siga

Trilhando a História

Expedição Vila Bela 2012 Objetivo



Ruínas da Igreja Matriz de Vila Bela construída em 1769



Conhecer a história de perto, viver ela e sentir o ambiente que foi palco de acontecimentos do passado, contribui para um melhor aprendizado da história e da geografia do norte do país. Sendo assim, o Colégio Objetivo em mais uma iniciativa de suas Expedições Pedagógicas, nos dias 15,16,17 e 18 de novembro, levou os alunos dos segundos anos do Ensino Médio das unidades 1 e 2, para o Estado do Mato Grosso em Vila Bela da Santíssima Trindade, primeira capital daquele estado, é um dos municípios com maior potencial turístico de Mato Grosso.
Os alunos do Colégio Objetivo visitaram o centro de Vila Bela, onde estão as ruínas de uma catedral do período colonial. Ela é um símbolo da cidade e constitui o marco de uma história que começa em 1752 . Eles puderam aprender com o auxilio do professores Ruzel Costa (Geografia) e Aleks Palitot (História), que naquela época, a descoberta de riquezas minerais na região do Rio Guaporé fez com que Portugal se apressasse em povoá-la, temendo que os vizinhos espanhóis fizessem o mesmo. Foi, então, criada a Capitania de Mato Grosso e sua capital instalada em 19 de março de 1752 com o nome de Vila Bela da Santíssima Trindade.
Cachoeira dos Namorados em Mato Grosso

Além de conhecer os aspectos históricos e culturais da região como as festividades locais e tradicionais, os aventureiros do Objetivo visitaram o antigo Palácio dos Governadores e as ruínas do antigo Porto Colonial de Pouso Alegre na região. O ponto alto da Expedição sem sombra de dúvidas foi as trilhas até a Cachoeira dos Namorados, uma queda d’água de noventa metros, e a caminhada de uma hora até o Vale das Cachoeiras onde existe mais sete cachoeiras. Mas o objetivo dos expedicionários era chegar até o Poço Azul, um lugar mágico pelas belezas naturais e rico em história também, por ser no passado a rota de fuga dos escravos do Vale do Guaporé. A água do poço é cristalina de uma cor azul turqueza e para completar o lugar é cercado por dois paredões da Serra Ricardo Franco, cada um destes com quinhentos metros de altura.

Poço Azul no Vale das Cachoeiras em Vila Bela

A grande lição e o grande aprendizado dos alunos também, foi sobre a preservação do patrimônio histórico, exemplo em Vila Bela, algo que poderia ser seguindo aqui em Rondônia. Eles puderam compreender que patrimônio cultural é o conjunto de manifestações, realizações e representações de um povo, de uma comunidade. Que ele está presente em todos os lugares e atividades: nas ruas, em nossas casas, em nossas danças e músicas, nas artes, nos museus e escolas, igrejas e praças. Nos nossos modos de fazer, criar e trabalhar. Ele faz parte de nosso cotidiano e estabelece as identidades que determinam os valores que defendemos. É ele que nos faz ser o que somos. Quanto mais o país cresce e se educa, mais cresce e se diversifica o patrimônio cultural. O patrimônio cultural de cada comunidade é importante na formação da identidade de todos nós, brasileiros.

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

Conveniência Liberdade em Porto Velho

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Mil Contabilidade

Publicidade

BOCA ROSA – Curso de Maquiagem PROFISSIONAL

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Publicidade