Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

Quais as consequências negativas da maconha para a saúde?

A maconha é uma droga que traz inúmeras consequências para a vida e a saúde do usuário. Veja tudo o que você precisa saber sobre os prejuízos dessa droga.
Publicidade

Quais as consequências negativas da maconha para a saúde?

Tudo aquilo que as pessoas ingerem causam efeitos no organismo, esses efeitos podem ser positivos ou negativos, como é o caso das drogas, que são os principais responsáveis pelo desenvolvimento da dependência química e de tantas outras doenças.

Publicidade

Dentre as drogas mais utilizadas, que afetam diretamente o funcionamento do organismo, podemos apontar a maconha, em muitos dos casos, é necessário o tratamento em  clínica de reabilitação Goiás, por isso é muito importante falar sobre todos os prejuízos que essa droga pode trazer para a saúde e bem-estar das pessoas:

Confira a seguir as principais consequências do uso dessa droga:

Aumento do risco do desenvolvimento de transtornos mentais

A maconha pode ser responsável por aumentar o risco no desenvolvimento de transtornos psiquiátricos, principalmente no caso de pessoas propensas ao aparecimento desses transtornos.

Além disso, em pessoas que já possuem transtornos, como depressão, ansiedade e bipolaridade, o uso da maconha pode ampliar os sintomas do transtorno e trazer péssimas consequências para a vida do indivíduo, levando até mesmo a necessidade da internação em uma clínica de recuperação Rio Grande do Norte.

Frequente perda de memória

A utilização da maconha, pode causar sérios comprometimentos para o cérebro, impedindo que novas memórias sejam registradas, além de afetar o hipocampo, parte essencial para a aprendizagem.

Com isso, o uso frequente dessa droga pode trazer grandes dificuldades em questões simples do dia a dia.

Desenvolvimento de comportamento violento

Além de afetar na perda da memória, a diminuição do nível de raciocínio pode ser um ponto chave nos impactos na percepção da vida, isso porque, o usuário passa a ter menos consciência sobre o que é certo ou errado, e seus únicos objetivos são referentes a droga.

Dessa forma, é muito comum o desenvolvimento de comportamentos extremamente agressivos, o aparecimento de dívidas e outros prejuízos que além de afetar diretamente a vida do usuário, afetam todos a sua volta.

Há casos em que o dependente químico passa a representar uma ameaça para si mesmo e para todos a sua volta, sendo necessário até mesmo uma internação involuntária em uma clínica de reabilitação Rio Grande do Norte.

Aumento do risco de doenças pulmonares

A absorção da maconha pelo aparelho respiratório, traz inúmeros efeitos para o pulmão, os elementos tóxicos absorvidos pelo organismo podem ser responsáveis pelo aparecimento de doenças respiratórias.

Dependência química

Por fim, o uso da maconha pode levar o indivíduo a dependência química, doença crônica e progressiva, responsável por inúmeros prejuízos na saúde física, mental e na socialização.

Para que o tratamento seja efetivo, é necessário a internação em uma clínica de reabilitação Distrito Federal.

 

 

Anúncie no JH Notícias