Search
Close this search box.
Publicidade

Professora Maria das Graças, do PPGG, ganha prêmio em solenidade “Prêmio Mulheres Negras”

Por essa razão, essa homenagem representa um grande marco na ciência geográfica e é muito importe para o PPGG/UNIR.
Publicidade

No próximo sábado (11), a Professora Maria das Graças Silva Nascimento Silva, a nossa Gracinha, será uma das 10 mulheres homenageadas pelo “Prêmio Mulheres Negras”, pelo seu legado na educação superior no combate ao racismo. A solenidade acontecerá no Teatro Guaporé, às 18h30.

O “Prêmio Mulheres Negras que escreveram histórias” é um evento realizado pela Secretaria de Assistência Social e Família – SEMASF e o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Porto Velho – COMPIR para homenagear mulheres que se destacaram no combate ao racismo e a opressão de gênero na educação, no empreendedorismo, na ciência, na religião e outras áreas.

Publicidade

No Brasil essa data homenageia Tereza de Benguela e a Mulher Negra pela Lei nº 12.987/2014, símbolo de resistência, foi a grande guerreira e heroína que liderou o povo negro a frente do Quilombo do Piolho ou do Quarinterê, que existiu na fronteira entre os estados do Mato Grosso e Rondônia durante o Séc. XVII. Em Rondônia, somente em 2018 foi instituído por meio da Lei Nº 4.266/2018 como marco à “Memória de Tereza de Benguela e do Dia da Mulher Negra” e que foi seguido pelo município de Porto Velho com a Lei nº 2.833/2021. Por essa razão, essa homenagem representa um grande marco na ciência geográfica e é muito importe para o PPGG/UNIR.

Nós parabenizamos a Profª Gracinha pela trajetória no combate ao racismo, à opressão de gênero e pela luta pelas causas sociais, fazendo humanidades na Geografia e sendo uma pessoa socialmente justa dentro da ciência.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias