Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

Apenado é agredido com chucho após briga no presídio 470 e morre na UPA

Uma briga entre colegas de cela resultou no ataque a Elídio por outro detento, que utilizou um "chucho" (faca artesanal) para desferir 14 perfurações no corpo da vítima.
Foto: Reprodução/JH Notícias
Publicidade

Na tarde desta segunda-feira, 23 de outubro, o apenado Elídio Ferreira de Carvalho Filho perdeu a vida após ser brutalmente atacado no presídio Milton Soares de Carvalho, conhecido como presídio 470, em Porto Velho. A vítima foi socorrida com múltiplas perfurações na UPA Leste, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo informações preliminares, uma briga entre colegas de cela resultou no ataque a Elídio por outro detento, que utilizou um “chucho” (faca artesanal) para desferir 14 perfurações no corpo da vítima. A violência do incidente levou a graves ferimentos, levando a vítima a ser encaminhada para atendimento médico na UPA Leste.

Publicidade

Apesar dos esforços da equipe médica, Elídio Ferreira de Carvalho Filho não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na unidade médica. A Polícia Civil foi acionada, e o rabecão foi enviado para realizar a remoção do corpo ao Instituto Médico Legal (IML).

A ocorrência destaca mais uma situação de violência dentro do sistema prisional, evidenciando a necessidade de medidas eficazes para garantir a segurança e integridade dos apenados. As investigações sobre o incidente ficarão a cargo das autoridades competentes, buscando esclarecer os detalhes da briga que resultou na morte de Elídio Ferreira de Carvalho Filho.

Elídio Ferreira de Carvalho Filho
Anúncie no JH Notícias