Search
Close this search box.
Publicidade

Caciques sequestram equipe de saúde e fazem reféns em aldeia em Rondônia

Funcionários do Dsei foram surpreendidos e coagidos a ficar até impasse de reivindicações fossem ouvidas...
Publicidade

PORTO VELHO, RO – Aconteceu Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI), de Porto Velho/RO, na tarde de quinta-feira, 14, um sequestro chefiado por Indígenas da aldeia Tanajura, localizada na zona rural do município de Guajará-Mirim/RO que mantiveram reféns servidores da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI).

Segundo informações que estão no boletim de ocorrência, os servidores da saúde estavam em mais uma rotina de trabalho na aldeia Tanajura, realizando coleta de sangue, devido há muitos casos de malária no setor. Paralelamente, uma outra equipe de profissionais participava de reunião na aldeia Capoeirinha.

Publicidade

No horário da tarde, às 14h00, os caciques da aldeia Tanajura, fecharam a saída da tribo, e o pessoal da saúde ficou detido no lugarejo. Foram obrigados a permanecer ali até cumprimento de reivindicações, como ser a presença imediata, do coordenador do DSE de Porto Velho, Eloi Eloi Ângelo dos Santos Bernal.

Até lá, os amotinados índios, foram, junto ao motorista, também refém, numa caminhonete, até a outra aldeia, Capoeirinha. Lá fizeram reféns a outra equipe de saúde, que ficou sequestrada igualmente. Os caciques então levaram todo o grupo até a aldeia tanajura onde ficaram retidos, médicos, enfermeiras e assistentes sociais, até segunda ordem.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias