Search
Close this search box.
Publicidade

Furto de computadores na Defensoria Pública de Porto Velho mobiliza Polícia Civil em busca de suspeitos

O crime, que passou despercebido até segunda-feira (29/01), gerou um prejuízo estimado em quase R$50.000, com cada computador avaliado em R$4.900.
Foto: G1- Globo
Publicidade

A Delegacia Especializada em Crimes contra o Patrimônio da Polícia Civil está intensificando os esforços para desvendar o furto de dez computadores na Defensoria Pública, situada na Avenida Jorge Teixeira, em Porto Velho. O crime, que passou despercebido até segunda-feira (29/01), gerou um prejuízo estimado em quase R$50.000, com cada computador avaliado em R$4.900.

A descoberta ocorreu quando funcionários realizavam uma conferência dos novos equipamentos adquiridos no ano passado. Ao abrirem as caixas dos computadores, surpreenderam-se ao encontrá-las vazias, acondicionadas dentro de sacos de lixo.

Publicidade

O furto, que evidencia a ousadia dos criminosos, provocou uma imediata resposta da Polícia Civil, que já está empenhada na investigação para identificar os responsáveis pelo ato delituoso.

Cada computador subtraído representa não apenas um dano financeiro considerável à Defensoria Pública, mas também um impacto nos serviços essenciais prestados à comunidade. Os equipamentos furtados desempenham um papel crucial no funcionamento diário da instituição, comprometendo sua capacidade de atendimento.

O Delegado responsável pela investigação ressaltou a importância da colaboração da população para elucidar o caso. Qualquer informação relevante pode ser repassada de forma anônima através do Disque-Denúncia, visando agilizar o trabalho da polícia e contribuir para a recuperação dos computadores.

A Defensoria Pública lamentou o ocorrido e afirmou estar colaborando plenamente com as autoridades policiais. Medidas de segurança adicionais estão sendo implementadas para evitar incidentes semelhantes no futuro.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias