Search
Close this search box.
Publicidade

IDENTIFICADA: Mulher encontrada morta em zona rural foi executada com tiro na cabeça

No corpo havia sinais parciais de carbonização e há suspeitas de que a mesma tenha sido violentada antes de ser morta.
Publicidade

Policiais civis identificaram o corpo da jovem encontrado na tarde de quinta-feira, 13, no travessão da linha 15 para a 13, na zona rural de Seringueiras, Nany Carvalho Agostins estava desaparecida a alguns dias.

Na região da cabeça foi identificado a perfuração de um tiro, confirmando o caso como homicídio. No corpo havia sinais parciais de carbonização e há suspeitas de que a mesma tenha sido violentada antes de ser morta.

Publicidade

O corpo de Nany tinha tatuagens, no qual ajudou a sua mãe a identificá-la. Nany era filha do finado “Titoca”, muito conhecido na região.

Laércio da Costa Júnior, de 26 anos, foi assassinado à tiros no dia 25 de dezembro de 2021, com quem tinha relacionamento (REVEJA A MATÉRIA DO CASO). No dia seguinte a residência de “Junim”, como era conhecido, foi incendiada.

Corpo é encontrado em zona rural de Rondônia

O caso pode se tratar de queima de arquivo, haja vista, que “Junim” era usuário de droga e tinha diversas passagens pela polícia por inúmeros crimes.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias