Search
Close this search box.
Publicidade

Irmãos são presos após homicídio em lanchonete lotada; mulher é detida por suspeita de envolvimento

Motivação teria relação com desavenças entre os envolvidos
Publicidade

Na noite de sábado (23), uma cena de violência irrompeu em uma lanchonete movimentada na cidade de Comodoro, Mato Grosso, deixando a comunidade local atônita e chocada. Dois irmãos foram os autores de um homicídio brutal, onde João Gabriel Teixeira dos Santos, de 25 anos, foi alvejado com três tiros à queima-roupa, na presença de numerosos clientes do estabelecimento.

O crime ocorreu em uma das vias principais da cidade, onde a lanchonete estava repleta de clientes desfrutando de suas refeições. Testemunhas relataram que os suspeitos, em um ato de crueldade indescritível, não hesitaram em disparar contra a vítima mesmo com a presença de outros frequentadores no local.

Publicidade

Investigadores da Polícia Civil, que coincidentemente estavam próximos ao local do crime, presenciaram o trágico evento e imediatamente acionaram as autoridades competentes. Após a identificação dos suspeitos e do veículo em que estavam, iniciou-se uma perseguição policial que se estendeu até as imediações da cidade vizinha de Campos de Júlio.

Em uma tentativa de fuga desesperada, os irmãos envolvidos no homicídio foram interceptados pelas forças de segurança. Um dos suspeitos foi detido após perder o controle do veículo e cair em uma vala às margens da rodovia. O outro irmão, contudo, conseguiu escapar, refugiando-se na densa vegetação próxima à estrada.

Após intensas buscas, as autoridades conseguiram localizar e prender o segundo irmão, identificado como o autor dos disparos fatais, na cidade de Vilhena, em Rondônia. As investigações revelaram que o crime pode ter sido motivado por desavenças entre os envolvidos, especialmente relacionadas ao ex-marido da atual companheira de um dos suspeitos.

Além dos irmãos responsáveis pelo homicídio, uma reviravolta no caso surpreendeu a comunidade local: a esposa do suspeito detido foi também conduzida pelas autoridades, sob suspeita de ter colaborado com a fuga dos autores do crime. A mulher, ex-cônjuge da vítima, foi encontrada em um posto de combustíveis na cidade de Comodoro, na companhia de seus dois filhos pequenos, aguardando os irmãos.

Ao longo das investigações, foram encontradas conversas comprometedoras no celular da mulher, indicando um histórico de ameaças e ofensas entre seu atual companheiro e a vítima, lançando luz sobre possíveis motivações por trás do trágico evento que abalou a tranquila cidade de Comodoro.

A população local, consternada com a violência presenciada, clama por justiça e medidas que garantam a segurança e a paz na comunidade, enquanto as autoridades seguem com as investigações para esclarecer completamente o caso e responsabilizar os envolvidos conforme a lei.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias