Search
Close this search box.
Publicidade

Polícia Federal deflagra operação de combate ao abuso sexual envolvendo criança ou adolescente

Operação cumpre 01 Mandado de Busca e Apreensão na capital
Publicidade

PORTO VELHO/RO – A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (10/10/2022) a OPERAÇÃO STAGGER, que investiga crimes relacionados à pornografia infantojuvenil pela internet. Policiais federais cumprem um mandado de busca e apreensão em um endereço em Porto Velho/RO.

As investigações foram iniciadas no mês de agosto deste ano, a partir de relatórios enviados pelo NCMEC (National Center for Missing and Exploited Children) à Polícia Federal de Rondônia. O NCMEC é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que recebeu apoio do Governo norte-americano para estabelecer um mecanismo centralizado de recebimento de “denúncias” sobre crimes relacionados a abuso sexual infantil e desaparecimento de crianças.

Publicidade

Após diversas medidas investigativas e em menos de dois meses, o NRCC, NÚCLEO REGIONAL DE REPRESSÃO AOS CRIMES CIBERNÉTICOS da Polícia Federal em Porto Velho, conseguiu identificar o suspeito de adquirir e armazenar arquivos de fotos e vídeos contendo pornografia infantil.

A Vara de Proteção à Infância e Juventude de Porto Velho-RO expediu um mandado de busca e apreensão que foi cumprido na residência do investigado, em Porto Velho. No endereço, durante as buscas, foram encontrados diversos vídeos contendo abusos sexuais em crianças e adolescentes em seu aparelho celular, momento em que foi dada voz de prisão ao investigado, pelo crime previsto no art. 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, com pena prevista de até 4 anos de reclusão e multa.

Além do aparelho celular, foram apreendidos diversos chips de operadoras de telefonia diversas, que podem ter sido utilizados para a prática do crime, e serão periciados pelo Setor Técnico-Científico da PF, e analisados por policiais federais do NRCC.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias