Search
Close this search box.
Publicidade

Policiais são recebidos a tiros durante fiscalização em parque, em RO

Disparos atingiram as viaturas da Polícia Militar.
Publicidade

Policiais militares foram recebidos a tiros no Parque Estadual Guajará-Mirim durante patrulhamento para fiscalização nesta quarta-feira (16). Vídeos e fotos registraram o momento do ataque e os disparos que atingiram as viaturas.

Segundo informações repassadas à Rede Amazônica, os policiais seguiam por um caminho dentro da reserva florestal, quando em determinado ponto os disparos começaram. Ninguém ficou ferido.

Publicidade

As fiscalizações do Parque Guajará são ações constantes e este não é o primeiro episódio de ataque no local. Em maio de 2020, agentes foram alvo de uma emboscada por mais de 50 pessoas encapuzadas, segundo informações da Polícia Ambiental à época.

No episódio mais recente, um servidor da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) foi baleado durante um confronto da Polícia Militar (PM) com invasores. O confronto durou aproximadamente 15 minutos e o servidor foi baleado no antebraço.

Parque Estadual

Tiros atingem viatura da PM durante ataque a policiais em RO — Foto: Arquivo Pessoal

O Parque Estadual de Guajará-Mirim está localizado nos municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré, no Estado de Rondônia.

Segundo o levantamento do Instituto Socioambiental (ISA), entre os principais conflitos presentes na Unidade de Conservação estão: grilagem, invasões, desmatamentos, incêndios, transformação do local em pastagem, além da caça e pesca ilegal.

Recentemente os limites do parque estadual e da reserva Jaci-Paraná sofreram uma redução de aproximadamente 220 mil hectares, após a aprovação de uma lei de autoria do governador de Rondônia Marcos Rocha (PSL). A lei foi considerada inconstitucional pela Justiça.

Dados divulgados pela ONG WWF Brasil apontam que o desmatamento no Parque Estadual Guajará-Mirim aumentou consideravelmente após a aprovação da norma.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias