Search
Close this search box.
Publicidade

Policial penal atira em casal dentro de exposição e acaba preso

o policial penal é ex-diretor do presídio de Senador Guiomard
Publicidade

Na madrugada desta segunda-feira, 7 de agosto, uma violenta ocorrência abalou o Parque de Exposição Wildy Viana (Expoacre) no Segundo Distrito de Rio Branco. Wesley Santos da Silva, de 20 anos, e sua namorada, identificada como Rita, foram vítimas de tiros após saírem de um bar dentro do local. O autor do crime chocante foi identificado como Raimundo Nonato Veloso da Silva Neto, um policial penal de 38 anos, que anteriormente havia sido diretor do presídio de Senador Guiomard.

De acordo com as informações da Polícia, o trágico incidente se originou quando Raimundo Nonato, embriagado, começou a assediar mulheres que estavam no bar. Em dado momento, ele passou a mão em Rita, que reagiu com uma agressão, provocando uma confusão no ambiente. Vários homens, incluindo o namorado de Rita e os seguranças do bar, intervieram e expulsaram o policial penal do local.

Publicidade

No entanto, o policial penal ficou irritado com a situação e ameaçou tanto Wesley quanto Rita, afirmando que cobraria o que considerou como “vacilo” por parte deles. Posteriormente, Raimundo Nonato aguardou pelas vítimas do lado de fora do bar. Quando Wesley e Rita saíram do estabelecimento, foram abordados pelo policial penal, que, armado, disparou contra eles. Wesley foi atingido no abdômen, enquanto Rita foi atingida na perna.

A situação gerou pânico e desespero entre as pessoas que estavam na Expoacre naquele momento. Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas e prestaram os primeiros socorros. Wesley foi encaminhado em estado grave para o Pronto Socorro de Rio Branco, enquanto Rita recebeu atendimento médico com seu quadro clínico estável.

Graças à rápida ação da Polícia Militar, o policial penal Raimundo Nonato foi preso e conduzido à Delegacia de Flagrantes (Defla). Ele deverá responder por assédio sexual e dupla tentativa de homicídio.

A comunidade de Rio Branco está chocada e consternada com o ocorrido, e as autoridades estão empenhadas em conduzir uma investigação minuciosa para entender todos os detalhes dessa trágica ocorrência. Nesse momento de dor e perplexidade, a solidariedade se estende às vítimas e seus familiares, enquanto se aguarda o devido esclarecimento dos fatos pela justiça.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias