Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

OBRIGATÓRIO – Deputado de RO quer LIBRAS no ensino superior

Fernando Máximo já protocolou o projeto na Mesa Diretora da Câmara
Publicidade

O ensino da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS pode se tornar obrigatório na grade das instituições de ensino superior da área da Saúde em todo o país.

Essa proposta foi apresentada através do Projeto de Lei 2537/2023 de autoria do deputado federal Fernando Máximo (UNIÃO), que é médico e já foi secretário de Saúde em Rondônia.

Publicidade

De acordo com o projeto, a disciplina de Libras deverá ser oferecida de forma regular nos currículos dos cursos de Ensino Superior da Área de Saúde, visando proporcionar aos futuros médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, dentistas e demais profissionais afins o conhecimento e o domínio da língua de sinais para que possam se comunicar adequadamente com pacientes surdos ou com deficiência auditiva.

Fernando Máximo, deputado federal

“Em algumas oportunidades, tive que atender pacientes surdos ou com deficiência auditiva e tive muita dificuldade para entender o que o paciente queria relatar acerca dos seus sintomas, o que seria evitado se houvesse uma formação anterior na área, situação que, infelizmente, repete-se a cada dia em nosso país”, justificou Fernando Máximo.

O projeto se encontra na Mesa Diretora da Câmara Federal e deve ser analisado pelas comissões pertinentes para, só assim, ser votado em sessão plenária do Congresso Nacional.

Anúncie no JH Notícias