Search
Close this search box.
Publicidade

PASSANDO VERGONHA – Cidadão desmente Rafael Fera e dispara: “Tem que se retratar”

Ele afirma que Fera mentiu e expôs sua imagem de forma indevida
Publicidade

A responsabilidade sobre os conteúdos inverídicos divulgados nas redes sociais é um tema amplamente debatido pela sociedade em geral e fica mais potencializado quando se trata de representantes públicos com um grande número de seguidores e massivo poder de influência.

Um exemplo é a recente denúncia do vereador da cidade de Ariquemes, Rafael Fera (PODE), através de um vídeo veiculado nas suas redes sociais onde mostra um homem sem camisa sentado na cama do hospital público do município de Ariquemes com um áudio afirmando que ele estava “enfartando” e não havia atendimento médico no local.

Publicidade

Para entender o que de fato estaria acontecendo no hospital municipal de Ariquemes, a reportagem do JH Notícias procurou o homem apontado no vídeo amplamente compartilhado pelo vereador Rafael Fera, e o que ficou constatado foi justamente o contrário do que foi alardeado.

Identificado pelo nome de Aroldo Martins Júnior, o senhor que aparece na denúncia de Rafael Fera afirmou estar indignado com a exposição de sua imagem, principalmente para fim de oportunismo político, ele garante que a postagem feita nas redes sociais de Fera não condiz com o que realmente aconteceu.

“Eu não sou adepto nem de um lado nem de outro, mas usar a minha imagem e ainda com mentira apenas para uso político é uma irresponsabilidade do vereador Rafael Fera e vou exigir na Justiça que ele se retrate por isso”, disse Aroldo Júnior.

Ver essa foto no Instagram

 

O fato

De acordo com Aroldo Júnior, na última quinta-feira (6) ele deu entrada no hospital apresentando princípio de infarto, logo pela noite já foi operado e no sábado (8) recebeu alta médica para se recuperar em casa.

“Eu fui prontamente atendido, tanto pelos profissionais do hospital, quanto por três cardiologistas diferentes durante o tempo em que eu fiquei no hospital municipal. Não houve negligência, não fiquei por uma semana enfartando como foi divulgado pelo vereador, não é justo ele fazer isso com os servidores que arduamente exercem seu trabalho de cuidar das pessoas que procuram atendimento médico”, disse Aroldo Júnior.

Ainda de acordo com Aroldo Júnior, ele próprio não testemunhou qualquer ato de indignidade cometido contra os pacientes no momento em que ele estava por lá. Não faltou remédio, médico, enfermeiro ou estrutura para dar o suporte que ele precisava no momento.

“É muito triste você ver seu nome envolvido em uma mentira, o vereador precisa ter mais responsabilidade sobre o que ele denuncia, pois dessa forma ele desrespeita não apenas os seus seguidores, mas também toda a sociedade de Ariquemes, que não pode se basear em mentiras propagadas por uma autoridade pública”, relatou Aroldo Júnior.

Rafael Fera responde a um processo na Câmara de Vereadores de Ariquemes por quebra de decoro parlamentar pelo que a prefeita Carla Redano (UNIÃO) já relatou em entrevistas passadas ser uma “obsessão” desenvolvida pelo vereador em atacar ela de qualquer forma, mesmo que para isso não tenha provas ou seja de forma inverídica como é o caso do senhor do hospital.

Aroldo Júnior ainda afirmou que segue seu tratamento do coração na rede pública de saúde de Ariquemes.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias