Search
Close this search box.
Publicidade

Presidente da Assembleia anuncia reajuste salarial para servidores efetivos

Hermínio Coelho destacou o compromisso da presidência em buscar melhorias para os servidores.
Publicidade

O presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE/RO), deputado estadual Marcelo Cruz (PRTB), anunciou nesta terça-feira (14) uma revisão anual em duas etapas aos servidores efetivos da Casa de Leis. Em junho, o aumento será de 6% e, a partir de julho, o reajuste será de 7%.

A revisão tem o objetivo de garantir o poder aquisitivo das remunerações dos servidores públicos frente à desvalorização da moeda, ocasionada pela inflação.

Publicidade

O pronunciamento foi feito no auditório Amizael Gomes da Silva e contou com as participações do ex-presidente da Casa de Leis, Hermínio Coelho, do secretário-geral da ALE/RO, Arildo Lopes, e do presidente do Sindicato dos Servidores dos Poderes Legislativos do Estado de Rondônia (Sindler), Mirin Luiz de Brito.

Hermínio Coelho destacou o compromisso da presidência em buscar melhorias para os servidores. “Vivo a política da luta do trabalhador. Temos que melhorar o plano dos servidores para segurarmos os profissionais de primeira hora. Obrigado presidente Marcelo Cruz por atender as reivindicações dos servidores”, frisou.

Marcelo Cruz valorizou o papel do servidor da Casa de Leis. “Temos acompanhado a luta do sindicato e nos preocupamos com o nosso servidor. O recurso da Assembleia tem que ser gasto com os nossos colaboradores como forma de reconhecimento ao trabalho desempenhado pelos profissionais, os quais pontos importantes para que a nossa Casa seja referência em transparência na região Norte”, afirmou.

Para Mirin Luiz de Brito, o presidente da ALE/RO atendeu os servidores da Casa de Leis. “Quero agradecer a luta do deputado Marcelo Cruz que tem trabalhado para defender os interesses e as demais demandas dos servidores. Também entendemos que tem a exigência do concurso público que vai disponibilizar 300 novas vagas na Assembleia com o intuito de preencher 250 vagas de nível médio e outras 50 de nível superior”, acrescentou.

Arildo Lopes ressaltou o compromisso de gestão em atender os anseios dos servidores efetivos. “Foi necessário o reajuste e estabelecido no limite para que possamos atender todas as nossas demandas, pois também temos que adequar o impacto do concurso público deste ano”, explicou.

O parlamentar ainda explicou a situação do plano de saúde para os servidores. “Já fizemos todo o planejamento e melhoramos a questão do auxílio saúde, o que encaminhamos para ser analisado pelo Ministério Público (MPRO) e pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) para que possamos andar juntos nessa demanda. Estamos aguardando agora apenas o parecer do MP para fazer o anúncio oficial aos nossos colaboradores”, cerrou Marcelo Cruz.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias