Search
Close this search box.
Publicidade

RIXA ANTIGA – Laerte Gomes acusa Fernando Máximo de “politicagem”

Durante sessão plenária da ALE/RO
Publicidade

O deputado estadual Laerte Gomes (PSD) teceu duras críticas ao trabalho desempenhado pelo deputado federal Fernando Máximo (UB) durante sua gestão como secretário estadual de Saúde durante sessão plenária realizada nesta última terça-feira (11) na ALE/RO.

Líder do Governo no parlamento, o deputado Laerte Gomes reconheceu que existe uma fila de quase quinze mil pessoas, além de uma grande demanda reprimida de cidadãos rondonienses que necessitam de exames de alta complexidade, questão que precisa ser resolvida.

Publicidade

Mas, de acordo com Laerte Gomes, esse problema se tornou critico dessa forma por conta da gestão de quatro anos de Máximo à frente da pasta da Saúde, que segundo Laerte, não acompanhavam o trabalho realizado nos municípios.

“Tudo isso trazido ao longo dos últimos três ou quatros anos ao qual o secretário de saúde foi o senhor Fernando Máximo, que só se preocupou em fazer publicidade e se aparecer para ele, não para o Estado, não cuidando da secretaria de Saúde, ele não se preocupou com o cidadão rondoniense, ele se preocupou em se autopromover para o objetivo que era uma eleição para deputado federal”, afirmou Laerte Gomes.

O deputado Fernando Máximo não se manifestou sobre as críticas de Laerte Gomes no parlamento estadual. Ele foi secretário de Saúde no auge da pandemia de COVID-19 e teve de lidar com situações sem qualquer régua de comparação na história da saúde pública mundial.

Após deixar o cargo, Máximo foi eleito deputado federal com votação histórica, sendo o mais votado na corrida à Câmara Federal. Atualmente, Máximo ganhou destaque nacional ao apresentar um Projeto de Lei que amplia a abrangência do auxílio financeiro do Governo Federal às famílias que possuem pessoas com deficiência.

Essa não é a primeira oportunidade que Laerte parte para cima de Fernando Máximo em sessão legislativa da ALE/RO, a rixa entre os dois é antiga e ao que tudo indica seguirá, mesmo com ambos estando do mesmo lado político, que é o lado do governador Marcos Rocha (UB).

Combate Clean Anúncie no JH Notícias