Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

Contas do Sinjur são reprovadas na Capital

Publicidade

A diretoria do Sinjur recebeu hoje (14/06) um duro golpe, para quem pregava a todo momento austeridade e transparência aos quatro cantos do estado de Rondônia.

A prestação de contas da diretoria, referente ao exercício de 2018, foi REPROVADA, por ampla maioria dos servidores da capital, que se fizeram presentes.

Publicidade

Os inúmeros seguranças contratados pela diretoria para intimidar os filiados, de nada adiantaram, ante os questionamentos levantados.

Os principais pontos destacados foram:
1 – A ilegitimidade do Conselheiro Fiscal (Edgar);
2 – A não participação do Conselheiro Fiscal no parecer (Raiclin);
3 – No parecer não existe nenhuma informação do resultado patrimonial;
4 – No parecer consta apenas a arredação anual e o gasto total realizado;
5 – Que o sistema de votação utilizado ”por comarcas” é nulo e não está previsto no estatuto, devendo, ser adotado o sistema proporcional.

A reclamação e o descontentamento, pelo visto, foi geral. Espera-se que a atual Diretoria em primeiro lugar respeite o Conselho Fiscal devidamente eleito. Que apresente de fato prestação de contas (contratos originais, notas fiscais, recibos e balancetes) para todos os conselheiros eleitos, sem exceção. E que somente após isso, submeta as contas em assembleia para que os servidores possam votar, com sistema proporcional de votação (somatória geral dos votos dos servidores que se fizerem presentes).

Anúncie no JH Notícias