Search
Close this search box.
Publicidade

GARIMPO EM RONDÔNIA – PF desarticula esquema de venda de mercúrio dentro do IBAMA

A operação envolveu sete estados
Publicidade

Uma operação da Polícia Federal – PF, deflagrada na manhã desta quinta-feira (1), está mirando a rota da venda ilegal do mercúrio para abastecer o garimpo, considerado ilegal, no estado de Rondônia.

O mercúrio é um elemento químico que em contato com a água rapidamente se dissolve e contamina o rio com as suas moléculas, mantando espécies inteiras da vida na água. Ela é usada geralmente no processo que separa o ouro do rio que fica entranhado na areia, porém é descartada no rio, gerando a contaminação.

Publicidade

Diversos estudos já apontaram o rio Madeira, localizado em Porto Velho (RO), com um alto índice de contaminação por mercúrio. Há décadas esse rio é utilizado pelo garimpo, fato que levou a normas legais que limitaram essa prática no local.

O mercúrio geralmente vem de outros países ou são produzidos no Brasil sendo retirados da reciclagem de resíduos em lâmpadas e materiais odontológicos.

Para que esse mercúrio chegasse à Porto Velho existia um esquema dentro do próprio Ibama, entidade que regulariza a importação e comercialização desse elemento químico. O suposto esquema envolvia fraudes no Cadastro Técnico Federal – CTF.

Através de dados falsos, os servidores corruptos conseguiam documentações que dava a falsa legalidade no transporte do mercúrio. A Polícia Federal estima que mais de duas toneladas de mercúrio foram comercializadas dentro dessa pratica delituosa.

A operação envolveu sete estados, sendo eles Mato Grosso, São Paulo, Goiás, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rondônia e Pará. Foram cumpridos 14 mandados de prisão preventiva ou temporária e 49 mandados de busca e apreensão.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias