Siga nossas redes sociais

Domingo, 05/12/2021

JH Notícias

Rondônia

ZONA FRANCA – Rondônia sedia primeira reunião da SUFRAMA fora do Amazonas

WhatsApp

O Governo de Rondônia participou nesta quarta-feira (20), da 300° reunião técnica do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), que aconteceu no auditório Jerônimo Santana, do Palácio Rio Madeira (PRM), em Porto Velho. Desde 2018, foi a primeira reunião realizada fora da sede, localizada em Manaus (AM).

Durante a reunião, foram discutidos assuntos técnicos do Conselho de Administração da Suframa (CAS), entre representantes da Suframa dos Estados de Rondônia, Amazonas e Acre, além de palestras temáticas sobre a Zona de Desenvolvimento Sustentável Abunã-Madeira.

Na abertura da reunião, o governador Marcos Rocha disse que é preciso unir forças para ajudar não somente Rondônia, mas centenas de brasileiros que vivem na região Norte. Salientou também que o Estado é forte no agronegócio, tendo como complemento, as grandes indústrias alimentícias e as de agricultura familiar, que são as bases da economia rondoniense.

Chamada Escolar 2022
Banner publicitário Refis-Semfaz Porto Velho

O chefe do Poder Executivo acentuou que a ideia de uma área de desenvolvimento sustentável que integre as regiões. “É mais um passo para avançar e até tornarmos modelo de sustentabilidade e desenvolvimento para alguns países. Rondônia é um estado pujante, sendo responsável por grande percentual do PIB da região Norte, o que torna um dos Estados mais ricos da região. Cabe a nós governadores, secretários, conselheiros, utilizarmos bem as virtudes que temos aqui. Nossos estados estão localizados no centro da Amazônia Ocidental, compreendendo mais de 50% de extensão de florestas, junto com a grande biodiversidade”, pontuou Marcos Rocha.

O governador de Rondônia parabenizou o trabalho dos membros da Suframa, que têm buscado soluções para consolidar e implementar o desenvolvimento socioeconômico no Norte do país. “A proposta deste encontro tem somado a nossa meta de crescimento econômico, e estamos priorizando justamente novos projetos que favoreçam o setor comercial e industrial”, destacou.

O gestor da Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), Sérgio Gonçalves, abriu a série de palestras sobre a Zona de Desenvolvimento Sustentável Abunã-Madeira, apresentando dados sobre o estado de Rondônia, abordando sobre as “Guias de Oportunidades”.

Mulher para efetivação

O titular da Sedi, afirmou que é preciso trabalhar no ambiente de negócios, para que o desenvolvimento de Rondônia seja fomentado. “Estamos preocupados em desburocratizar e, cada vez mais, refinar a regulamentação da Lei de Liberdade Econômica Federal. Estamos com essa lei praticamente pronta para o Estado, para pensar de fato em sair na frente no que diz respeito ao desenvolvimento econômico”, concluiu.

Representando o governador do Amazonas, Wilson Lima, o secretário de Estado da Produção Rural, Petrucio Magalhães, também fez apresentações sobre dados das ações implementadas para o desenvolvimento da região. “O projeto prevê que os governos estaduais da região Norte se apropriem das ações voltados para essa região, para transformar em uma potência mundial a zona de desenvolvimento sustentável”.

Magalhães disse ainda que, após a reunião, houve um otimismo sobre o projeto, com a oportunidade de mudar a vida das pessoas. “O alinhamento do Governo Federal com os estados da região Norte é de suma importância, para transformar a vida do cidadão, garantindo serviços públicos eficientes, fazendo com que realmente o empreendedor que vem para essa região, tenha uma resposta do seu projeto”.

O diretor de planejamento e orçamento da Secretaria de Planejamento e Gestão do Governo do Acre, Wagner Sena, que representou o governador Gladson Cameli, explicou durante sua apresentação, que foi trabalhado um ato estratégico, definidos em eixos, para o desenvolvimento da região, como meio ambiente, economia e desenvolvimento.

O coordenador-geral de desenvolvimento regional da Suframa, Vitor Lopes, considera que é um “dever de casa”, o que a instituição está fazendo, que é integrar a região, levando a capacidade de articulação para além do que tem em Manaus.

ZONA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ABUNÃ-MADEIRA

É um projeto que buscar alcançar 32 municípios, localizados no sul do Amazonas, Leste do Acre e Noroeste de Rondônia. A extensão total da área é de 454.220 quilômetros quadrados e uma população de mais de 1,5 milhão de pessoas. O projeto é considerado um fomento para o desenvolvimento sustentável da região e dos estados envolvidos.

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por Secom/RO

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade JR Consultoria Financeira Porto Velho
Publicidade
Publicidade Mulher para efetivação
Publicidade
Chamada Escolar 2022
Banner publicitário Refis-Semfaz Porto Velho
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Rondônia

Compartilhe esta notícia: