Search
Close this search box.
Publicidade

Mostra Indígena de Arte e Cultura começa nesta terça-feira com a participação de alunos da região Madeira-Mamoré

Alunos da região participarão nos segmentos: música, dança, artes visuais e performance livre
Publicidade

A Mostra Estudantil de Arte e Cultura Indígena – Maloca acontece de 18 a 20 de abril, em Porto Velho e contará com a participação de 100 alunos das escolas indígenas de Rondônia. Da região que envolve Madeira-Mamoré, Guajará-Mirim e Nova Mamoré, estarão participando 26 alunos indígenas nos segmentos: música, dança, artes visuais e performance livre. A realização é do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação – Seduc.

Durante a participação dos alunos haverá dança

As escolas participantes são do Ensino Fundamental: Paulo Saldanha, localizada no distrito de Surpresa, área rural do município de Guajará-Mirim; Escola de Ensino Fundamental Wem Canum Oro Waram, região terrestre; Escola de Ensino Fundamental e Médio Marechal Rondon localizada na área ribeirinha, Zona Rural de Guajará-Mirim e Escola de Ensino Fundamental Francisco Meireles, situada na zona Rural do município de Nova Mamoré.

Publicidade

O objetivo do projeto é dar visibilidade à cultura indígena, incentivar a arte reafirmando seus valores e costumes nos diversos segmentos, e linguagens artísticas, na Rede Estadual de Ensino. A promoção do intercâmbio escolar das diferentes produções artísticas, e troca de saberes entre pesquisadores das escolas indígenas da Rede Estadual, são também objetos da ‘Maloca’.

Para o governador de Rondônia Marcos Rocha o evento vai promover intercâmbio escolar das diferentes produções artísticas, realizadas nas escolas indígenas. Vai possibilitar a troca de saberes entre professores, pesquisadores e estudantes indígenas. “Será uma experiência de conhecimentos e intercâmbio. Os estudantes produzirão trabalhos muitos bonitos, mostrarão que a cultura indígena é muito rica”, pontuou.

A coordenadora da Educação Escolar Indígena, Liene Moraes Assunção, destaca o diferencial do evento direcionado à cultura indígena. “Vemos a ’Maloca’ como um resgate à cultura e costumes indígenas. Os preparativos empolgaram os alunos, pais, professores e comunidade escolar, já que no mês de abril comemora-se a semana dos povos indígenas. É a valorização da cultura indígena e o contexto da valorização artística e cultural dos mesmos”, afirmou.

PROGRAMAÇÃO

A Mostra Estudantil de Arte e Cultura Indígena acontecerá no dia 18 e 19 de abril, e é aberta à comunidade.

1º DIA – 18/4/2023 (terça-feira)

Local: Memorial Rondon

Período: tarde, das 14h às 18h – Cerimônia de abertura no Memorial Rondon (fala das autoridades, professores indígenas e alunos);

2º DIA – 19/4/2023 (quarta-feira)

Local: Teatro Guaporé

Período: tarde, às 14h – Apresentações artísticas, aberta à comunidade.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias